Paula Gonçalves cai em estreia no qualifying de Roland Garros

Bia Haddad é única brasileira ainda na qualificatória

Estadão Conteúdo

18 de maio de 2016 | 10h38

Paula Gonçalves, segunda brasileira mais bem colocada do ranking mundial e atual 179ª do mundo, não conseguiu passar pela primeira rodada do qualifying de Roland Garros. Ela foi derrotada pela holandesa Richel Hogenkamp por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, depois de apenas 1h18min de confronto nesta quarta-feira.

Essa foi a primeira vez que Paula enfrentou Hogenkamp, hoje a 139ª tenista do mundo, e ao cair neste confronto inédito ela deixou o Brasil com apenas uma representante ainda viva no qualificatório para a chave principal do Grand Slam realizado em Paris, que começará a ser disputada neste domingo.

Na última terça-feira, Bia Haddad Maia avançou à segunda rodada do qualifying de Roland Garros ao superar a australiana Olivia Rogowska por 2 sets a 1. Nesta quinta, a atual 332ª do ranking mundial volta à quadra para encarar a norte-americana Jennifer Brady, 147ª colocada da WTA. Apesar do ranking superior da rival, a brasileira levou a melhor sobre a adversária nos dois confrontos entre as duas até hoje, ambos disputados em 2014, em piso duro.

Hoje na 81ª posição do ranking mundial, Teliana Pereira é a única brasileira garantida na chave principal feminina de Roland Garros. Já a chave masculina de simples contará apenas com dois brasileiros: Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva.

Na última segunda-feira, o Brasil viu seus quatro representantes do qualifying masculino caírem já na primeira rodada na capital francesa. Guilherme Clezar, André Ghem, Thiago Monteiro e João Souza, o "Feijão", foram derrotados e deram adeus ao sonho de entrar na chave principal do Grand Slam.

Nas duplas, entretanto, o País contará com Marcelo Melo, atual líder do ranking mundial, Bruno Soares, André Sá, Marcelo Demoliner e Bellucci.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.