Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

Pentacampeã em Wimbledon, Venus Williams perde na estreia para tenista de 15 anos

Americana perde para compatriota Cori Gauff por 2 sets a 0, com um duplo 6/4

Redação, Estadão Conteúdo

01 de julho de 2019 | 16h49

Em um duelo de gerações entre tenistas norte-americanas pela rodada de estreia de Wimbledon, nesta segunda-feira, Cori Gauff, de apenas 15 anos, mostrou por que tem tudo para ser a nova sensação do país e se tornar a sucessora das irmãs Williams. A adolescente não se impressionou em jogar na Quadra 1, a segunda mais importante do complexo do Grand Slam em Londres, e derrotou com autoridade a mais velha das Williams - Venus, de 39, que é pentacampeã na grama inglesa e ex-número 1 do mundo -, com um duplo 6/4.

Atual número 313 do mundo e ex-líder do ranking juvenil, Gauff recebeu um convite da organização de Wimbledon para disputar o qualifying. Passou por três rodadas na semana passada, inclusive vencendo a Top 100 espanhol Aliona Bolsova, se tornou a tenista mais jovem a furar o quali na Era Aberta e entrou na chave principal de um Grand Slam pela primeira vez na carreira.

Com 24 anos de diferença entre as duas tenistas, uma curiosidade deste confronto é o fato de Venus Williams já ter vencido quatro de seus sete títulos de Grand Slam, sendo dois em Wimbledon, quando Gauff ainda nem tinha nascido, em março de 2004. A adolescente norte-americana, que revelou estar fazendo à distância algumas provas da escola - ainda cursa o "high school" (colegial) -, se tornou a atleta mais nova a vencer uma partida na chave principal do Grand Slam britânico desde 1991.

"É talvez a primeira vez que choro depois de ter ganhado uma partida. Não pensei que isso poderia ocorrer", disse Gauff em entrevista ainda na quadra, logo após derrotar Venus. A veterana tenista, em sua 22.ª participação em Wimbledon, só havia sido eliminada na estreia duas vezes - a primeira em 1997 e a segunda em 2012.

Com os 70 pontos da vitória na estreia e os 40 por ter furado o qualifying, Gauff deve se aproximar do 210.º lugar do ranking, que será atualizado daqui duas semanas. Mas já declarou que quer ser Top 100 ainda nesta temporada. Sua próxima adversária será a eslovaca Magdalena Rybarikova, que surpreendeu a bielo-russa Aryna Sabalenka, cabeça de chave 10 e 11.ª do mundo, por 6/2 e 6/4.

OUTROS RESULTADOS 

Também nesta segunda-feira, a dinamarquesa Caroline Wozniacki avançou sem precisar terminar a sua partida de estreia. A cabeça de chave número 14 e ex-líder do ranking vencia Sara Sorribes Tormo por 5 a 4 no primeiro set quando a espanhola desistiu por causa de uma lesão. Sua próxima rival será a russa Veronika Kudermetova, que bateu a belga Ysaline Bonaventure por 6/2 e 6/4.

Duas pré-classificadas deram adeus precocemente em Wimbledon. A francesa Caroline Garcia (cabeça 23) caiu para a chinesa Shuai Zhang com um duplo 6/2 e a russa Daria Kasaktina (29) perdeu para a australiana Ajla Tomljanovic por 6/3 e 6/1. Ex-número 1 do mundo e atual 40.ª colocada, a bielo-russa Victoria Azarenka passou pela estreia vencendo a também francesa Alizé Cornet com um duplo 6/4.

Outras três tenistas que avançaram em Londres foram as belgas Yanina Wickmayer e Kirsten Flipkens e a taiwanesa Su-Wei Hsieh (cabeça de chave número 28).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.