Perto da despedida, Hewitt perde na estreia na Copa Hopman

Perto da despedida, Hewitt perde na estreia na Copa Hopman

Lleyton Hewitt, 34 anos, vai se aposentar no Aberto da Austrália

Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2016 | 14h29

Perto da aposentadoria do tênis, que ocorrerá no Aberto da Austrália, Lleyton Hewitt foi derrotado na estreia na Copa Hopman, torneio por equipes mistas disputada em Perth. O ex-número 1 do mundo faz parte da equipe Austrália Ouro, que perdeu para a República Checa neste domingo, pelo Grupo A do torneio.

Hewitt perdeu para Jiri Vesely por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (1/7) e 6/4. Já a checa Karolina Pliskova bateu a australiana Jarmila Gajdosova Wolfe por 7/5 e 6/3 após estar perdendo a segunda parcial por 3/1. Depois, o time checo venceu o jogo de duplas mistas por 6/2 e 7/5 para triunfar por 3 a 0.

"Jiri é um jogador de qualidade e mereceu a vitória, mas foi apenas bom para vir aqui para o primeiro jogo do ano e fazer um jogo difícil", disse Hewitt. "Espero que eu possa sair para o resto da semana e ficar melhor para estar pronto para o resto do verão".

Hewitt, dono de dois títulos dos torneios do Grand Slam, já foi nomeado como capitão da Austrália na Copa Davis e vai comandar a equipe no duelo com os Estados Unidos, pela primeira rodada do Grupo Mundial, entre 4 e 6 de março, em casa.

Pela primeira vez nos 28 anos de história da Copa Hopman, a Austrália está sendo representado por duas equipes. Mais cedo, Nick Kyrgios quebrou o serviço de Alexander Zverev quando o placar estava empatado em 3/3 no terceiro set para depois aplicar 4/6, 6/1 e 6/4, deixando a equipe Austrália Verde em vantagem sobre a Alemanha.

Depois, Daria Gavrilova derrotou Sabine Lisicki por duplo 6/2, garantindo a vitória da sua equipe. O triunfo, no confronto pelo Grupo B, acabou sendo por 3 a 0, pois Kyrgios e Gavrilova venceram o jogo de duplas mistas por 6/3, 4/6 e 10/7.

A Copa Hopman prossegue nesta segunda-feira com a disputa de mais dois confrontos. Pelo Grupo A, os Estados Unidos, com Serena Williams, vão encarar a Ucrânia. Já pelo Grupo B, a Grã-Bretanha, com Andy Murray, enfrentará a França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.