Pete Sampras já pensa em Wimbledon

Parece que o norte-americano Pete Sampras vai mesmo encerrar a carreira sem ter conquistado um título sequer de Roland Garros. Dono de 13 troféus do Grand Slam - maior recordista em conquistas desta categoria na história do tênis - não consegue, porém, sucesso nas quadras de saibro de Paris. Hoje, perdeu na segunda rodada para um tenista apenas razoável, o espanhol Galo Blanco, por 7/6 (7/4), 6/3 e 6/2. Magoado, mas conformado, Sampras confessou que agora já começa a pensar em Wimbledon, torneio em que já conquistou sete títulos. "É sempre muito difícil uma derrota aqui em Roland Garros", confessou Sampras. "Mas já não dói tanto como há cinco anos atrás. É lógico que no avião de volta aos Estados Unidos vou ficar pensando muito no que aconteceu." Apesar de mais esta decepção em 12 anos em que disputa Roland Garros, Pete Sampras garantiu que não vai desistir. "No ano que vem estarei em Paris para lutar pelo único título de Grand Slam que ainda não ganhei." Com o semblante entre meio desanimado e conformado, Sampras respondeu ainda que não pensaria jamais em trocar um título de Wimbledon, por um de Roland Garros, como foi sugerido. Para ele, o torneio inglês é também muito importante e vai este ano em busca de seu 8.º troféu nas quadras de grama do All England Club

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.