Petrova bate Radwanska e conquista título em Tóquio

A russa Nadia Petrova conquistou neste sábado o título do Torneio de Tóquio, disputado em quadras rápidas no Japão. Na final, a número 18 do mundo derrotou a polonesa Agnieszka Radwanska, terceira colocada no ranking da WTA e atual vencedora da competição, por 2 sets a 1, com parciais de 6/0, 1/6 e 6/3, em 1 hora e 43 minutos.

AE-AP, Agência Estado

29 de setembro de 2012 | 09h44

A conquista de Petrova praticamente foi definida no oitavo game do terceiro set, quando Radwanska cometeu duas duplas faltas e teve o saque quebrado pela russa, que abriu 5/3. No game seguinte, ela precisou apenas confirmar o seu serviço para faturar o Torneio de Tóquio.

Petrova conquistou neste sábado o seu 12º título, mas pela primeira vez na sua carreira derrotou três Top 10 em uma semana: a italiana Sara Errani, sétima colocada no ranking da WTA, a australiana Samantha Stosur, nona do mundo, e Radwanska.

Em Tóquio, Petrova sofreu com dores nas costas no início do torneio, mas mesmo assim conseguiu chegar até a final e conquistar o título. "Para ser honesta com você, eu não sei onde encontrei força e a força de vontade para lutar no terceiro set", disse Petrova. "Este é o maior torneio que eu já ganhei. Esta é uma grande realização".

Petrova fez 11 aces na partida, o que foi decisivo para impedir que Radwanska se sagrasse a primeira bicampeã do Torneio de Tóquio desde que Lindsay Davenport faturou os títulos de 2003 e 2004 no Japão.

Petrova teve um bom começo de partida, quebrando o serviço de Radwanska logo no primeiro game. Ela ainda converteu mais dois break points para aplicar um "pneu". A conquista da russa parecia encaminhada, mas Radwanska se recuperou no segundo set ao vencer os cinco primeiros games, com duas quebras de saque. Assim, fechou a parcial com facilidade por 6/1.

O terceiro set foi o mais equilibrado da decisão, com apenas uma quebra de serviço no oitavo game, quando Radwanska teve problemas no seu saque. "Eu estava apenas tentando fazer mais", disse a polonesa. "Com certeza, eu não devia ter feito isso naquele momento no jogo, mas não há nada que eu possa fazer sobre isso agora".

Assim, Petrova aproveitou os erros de Radwanska para faturar o seu segundo título nesta temporada. Antes, a tenista russa já havia sido campeã do Torneio de Hertogenbosch, na Holanda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.