Arquivo/AE
Arquivo/AE

Portuguesa quer se livrar da fama de que provoca adversárias

Em Roland Garros, Michelle de Brito ficou conhecida por gritar em quadra; agora, ela quer mostrar o seu valor

18 de agosto de 2009 | 10h43

Nos últimos tempos, ela ficou conhecida mais pelos seus gritos em quadra do que propriamente pelo seu jogo. Depois de tanta polêmica em Roland Garros e Wimbledon, a portuguesa Michelle de Brito, de apenas 16 anos, quer voltar a ter seu nome figurado como uma das promessas do circuito profissional.

 

Para se livrar das acusações de que gritava após cada rebatida para atrapalhar as adversárias, a jovem se fechou na academia onde treina nos Estados Unidos e intensificou sua rotina de trabalho. Ela quer estar mais concentrada e com golpes mais potentes já para a disputa do US Open.

 

"Não grito de maneira intencional. Nunca fiz isso para provocar minhas adversárias", disse Michelle, em entrevista ao jornal espanhol Marca. "Sempre fiz isso em toda minha carreira. É algo que faço de forma natural. Costumo dar tudo em cada golpe e os gritos são consequências", explicou.

 

 QUEM É ELA
 Nome: Michelle Caroline Larcher de Brito

 Naturalidade: Lisboa, Portugal

 Nascimento: 29/1/1993

 Ídolos: Monica Seles, Maria Sharapova e Rafael Nadal

 Melhor ranking: 76.º lugar

Apesar da pouca idade, a portuguesa tem grandes ambições na carreira. Ela diz que, em breve, quer se tornar a melhor tenista do mundo. Sabedora das dificuldades que irá enfrentar, tem metas mais modestas para o fim da temporada 2009.

 

"Estou tratando de melhorar minha atitude, minha formação. Mesmo assim, quero voltar ao grupo dos 100 melhores. Ainda quero adquirir mais experiência, jogando contra tenistas de alto nível", disse a jovem, atual número 109 do ranking, mas que já figurou na 76.ª posição.

SEMELHANÇAS 

Com ou sem gritos, Michelle é comparada a Maria Sharapova - coincidentemente, outra que gosta de mostrar a força que faz a cada rebatida. O fato de ser comparada a ex-número 1 do mundo não atrapalha a portuguesa. Pelo contrário, ela até se diverte com isso.

 

"Maria [Sharapova] é uma grande jogadora. Sempre é bom que te comparem com grandes jogadoras. Nunca duvidei nada de mim", resumiu a tenista, fã declarada da própria Sharapova, Monica Seles e, principalmente, de Rafael Nadal - outros dois que, curiosamente, também são conhecidos por soltarem a garganta.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisUS OpenMichelle de Brito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.