Andrej Cukic/ EFE
Andrej Cukic/ EFE

Presente em exibição de Djokovic, Troicki confirma positivo para covid-19

Tenista sérvio e sua esposa, que está grávida, contraíram o novo coronavírus

Redação, Estadao Conteudo

22 de junho de 2020 | 22h01

Mais um tenista confirmou ter testado positivo para a covid-19 nesta segunda-feira. Trata-se do sérvio Viktor Troicki, ex-número 12 do mundo. Sua esposa, Aleksandra, que está perto de dar a luz ao segundo filho do casal, também teve o exame positivo confirmado. O atleta de 34 anos foi um dos que participou da série de exibições liderada pelo compatriota Novak Djokovic.

Troicki é o terceiro tenista, e a quinta pessoa envolvida com o evento, a ser contaminada com o novo coronavírus. Antes dele, haviam confirmado o contágio o búlgaro Grigor Dimitrov e o croata Borna Coric - ambos já integraram o Top 20 do ranking da ATP. Djokovic, número 1 do mundo, deve revelar o resultado do seu exame nesta terça-feira.

Também confirmaram caso positivo Marko Paniki, preparador físico de Djokovic, e Kristijan Groh, treinador de Dimitrov.

O tenista da Bulgária havia revelado o resultado do seu exame no domingo, após abandonar o Adria Tour, torneio beneficente de exibição na região dos Bálcãs, organizado por Djokovic. A final do evento, que deveria ter acontecido no domingo, em Zadar, na Croácia, foi cancelada devido ao caso positivo de Dimitrov, número 19 do mundo.

A série de exibições contou com jogos na Croácia e também na Sérvia, com a devida autorização do governo. No entanto, surpreendeu o mundo do tênis por reunir até 4 mil pessoas num dos jogos, sem atentar para o distanciamento social e para o uso de máscaras.

Como acontece em exibições, tenistas e organizadores participaram de diversos eventos paralelos, como jogos de futebol e de basquete, entrevistas e até festas em casas noturnas. Isso motivou seguidas críticas ao evento e ao próprio Djokovic.

Um dos ataques mais fortes veio do tenista australiano Nick Kyrgios, conhecido crítico do rival sérvio. "Decisão de cabeça oca essa de prosseguir com a 'exibição' dos nossos companheiros de rápida recuperação, mas é isso que acontece quando você desconsidera todos os protocolos. Isto não é uma piada", afirmou Kyrgios nas redes sociais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.