Presidente da Federação Russa de Tênis exalta força do país

Shamil Tarpischev comemora os 100 anos da entidade com números surpreendentes da última temporada

Efe

14 de janeiro de 2008 | 15h12

O tênis russo completa 100 anos em 2008 como primeira potência do mundo no esporte, afirmou nesta segunda-feira Shamil Tarpischev, presidente da federação local. "Conseguimos 428 vitórias em 2007, nenhum outro país tem um resultado parecido", disse Tarpischev, explicando que a estatística diz respeito aos triunfos dos tenistas do país em competições de todas as categorias, incluindo profissionais, juvenis e veteranos.Tarpischev, que também capitão das equipes da Rússia na Copa Davis e na Fed Cup - competição da qual foi bicampeão em 2007, deu estas declarações à agência oficial "Itar-Tass"."Não é fruto do acaso que nossa federação tenha sido nomeada a melhor na Rússia em 2007, mas também durante três anos consecutivos foi premiada com a principal distinção da Associação Européia de Tênis", apontou.As declarações de Tarpischev coincidem com o início do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada. Seis tenistas do país começaram com vitória: Nikolay Davydenko, Mikhail Youzhny, Igor Andreev e Evgeny Korolev, no masculino, e Maria Sharapova e Elena Dementieva.

Tudo o que sabemos sobre:
TênisWTAATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.