Puerta promete recorrer da punição

Com a desculpa de que ingeriu o estimulante etilefrine sem saber - bebeu água no copo de remédios de sua esposa -, o tenista argentino Mariano Puerta promete recorrer da suspensão de 8 anos, imposta pela Federação Internacional por doping em Roland Garros.Aos 27 anos, Puerta é reincidente. Ele já foi suspenso por doping em 2003, quando ficou 9 meses afastado das quadras ao ser flagrado com a substância clenbuterol no organismo. Agora, com os 8 anos de pena, sua carreira irá acabar definitivamente.

Agencia Estado,

22 de dezembro de 2005 | 16h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.