Radwanska bate russa e vai à semifinal em Auckland

Cabeça de chave número 1, a polonesa Agnieska Radwanska confirmou o seu favoritismo e se classificou nesta quinta-feira às semifinais do Torneio de Auckland, na Nova Zelândia, ao derrotar a russa Elena Vesnina, 68ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 0, com um duplo 6/3, em uma partida que chegou a ser interrompida por causa da chuva e durou 1 hora e 20 minutos.

AE-AP, Agência Estado

03 de janeiro de 2013 | 10h29

A paralisação aconteceu no início do segundo set e durou quase duas horas, mas não afetou o desempenho de Radwanska, número 4 do mundo, que conquistou a sua terceira vitória em Auckland sem perder sets.

"Eu sabia que contra ela eu teria que jogar muito bem desde o primeiro ponto até o último e, felizmente, em ambos os sets, eu fui capaz de jogar o meu melhor tênis", disse.

Nas semifinais, a polonesa vai encarar a norte-americana Jamie Hampton, que está em 70º lugar no ranking da WTA e passou pela atual campeã Jie Zheng na primeira rodada. Nesta quinta-feira, ela derrotou a holandesa Kiki Bertens, número 63 do mundo (6/1, 6/7 e 6/2).

A outra semifinal do Torneio de Auckland também está definida. Terceira cabeça de chave, a belga Yanina Wickmayer venceu a conterrânea Kirsten Flipkens, número 54 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, e vai encarar a alemã Mona Barthel, oitava pré-classificada e número 39 do mundo, que bateu a sueca Johanna Larsson, 73ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1.

O jogo de Wickmayer, campeã em Auckland em 2010 e número 23 do mundo, também foi afetado pela chuva e sofreu três pequenas paralisações. "Eu acho que foi um pouco mais difícil do que um jogo normal", disse, sobre enfrentar Flipkens. "Nós nos conhecemos muito bem, nós compartilhamos vários bons momentos na Fed Cup".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.