Radwanska e Konta vencem fácil e irão se enfrentar na final em Sydney

Tenistas irão jogar contra pela terceira vez no circuito da WTA

O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2017 | 12h23

As finalistas do Torneio de Sydney foram definidas nesta quinta-feira e as duas favoritas que entraram em quadra se garantiram com facilidade na disputa pelo título. Uma delas foi a polonesa Agnieszka Radwanska, segunda cabeça de chave, que arrasou a checa Barbora Strycova por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, e terá pela frente na decisão desta sexta a britânica Johanna Konta, que na outra semifinal aplicou duplo 6/2 sobre a canadense Eugenie Bouchard.

Atual terceira colocada do ranking mundial e campeã do torneio australiano em 2013, Radwanska tenta conquistar o título para ganhar embalo e confiança para o Aberto da Austrália, Grand Slam que começa na próxima segunda-feira, em Melbourne.

Para isso, a tenista polonesa despachou Strycova, atual 19ª colocada da WTA, em apenas 1h15min de confronto, no qual conquistou a sua sétima vitória em sete jogos diante da checa no circuito profissional.

Grande favorita a conquistar uma vaga na decisão, Radwanska até chegou a ter o seu saque quebrado por uma vez no primeiro set, mas converteu três de cinco break points para fazer 6/1 e abrir vantagem nesta quinta. Já na segunda parcial, desta vez sem ter o serviço ameaçado por nenhuma vez, aproveitou duas de sete chances de quebra para aplicar o 6/2 que liquidou o confronto.

Na outra semifinal, Konta fez valer com relativa tranquilidade a sua condição de sexta cabeça de chave e décima colocada do ranking mundial. Embora tenha tido o seu saque quebrado por duas vezes por Bouchard, hoje a 49ª tenista do mundo, a britânica converteu seis de nove break points para encaminhar o triunfo em apenas 68 minutos.

Na decisão desta sexta, Radwanska e Konta irão se enfrentar pela terceira vez no circuito da WTA, sendo que a polonesa levou a melhor nos dois confrontos anteriores, ambos disputados no ano passado. Um deles foi na final do Torneio de Pequim e o outro aconteceu nas oitavas de final em Cincinnati.

HOBART

Outra competição australiana de preparação para o primeiro Grand Slam da temporada, o Torneio de Hobart definiu as suas quatro semifinalistas nesta quinta-feira. Principal favorita a entrar em quadra, a holandesa Kiki Bertens, primeira cabeça de chave, foi surpreendida pela belga Elise Mertens, que veio do qualifying e venceu com parciais de 6/2 e 7/5.

A adversária da surpreendente Mertens na decisão será a croata Jana Fett, que eliminou a paraguaia Verónica Cepede por 6/1 e 6/4.

Já Monica Niculescu confirmou a condição de terceira cabeça de chave em Hobart ao bater a japonesa Risa Ozaki por duplo 6/4 para também ir à semifinal. Assim, ela se credenciou para lutar por uma vaga na decisão em duelo diante da ucraniana Lesya Tsurenko, que em outro jogo desta quinta-feira superou a norte-americana Shelby Rogers por 2 sets a 1, de virada, com 4/6, 6/4 e 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.