Radwanska faz 2 sets a 0 em Cadantu
Radwanska faz 2 sets a 0 em Cadantu

Radwanska estreia com vitória fácil no Torneio de Seul

Maria Kirilenko, segunda cabeça de chave, bate a taiwanesa Chin-Wei Chan por duplo 6/3

AE, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 09h33

SEUL - Agnieszka Radwanska não teve maiores problemas para confirmar o seu favoritismo em sua estreia no Torneio de Seul. Cabeça de chave número 1 da competição sul-coreana e atual quarta colocada do ranking mundial, a tenista polonesa venceu a romena Alexandra Cadantu por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0, para ir à segunda rodada nesta terça-feira.

Com o triunfo, Radwanska se credenciou para enfrentar na próxima fase a espanhola Estrella Cabeza Candella, que na estreia superou a luxemburguesa Mandy Minella, também por 2 sets a 0, com 7/5 e 6/4.

Radwanska só sofreu um pouco mais para justificar o seu favoritismo no primeiro set do jogo diante de Catandu, que chegou a quebrar o saque da polonesa por duas vezes na parcial, mas viu sua rival converter três de sete break points para fazer 6/4. Já no segundo set, com três novas quebras de saque e com todos os seus serviços confirmados, Radwanska aplicou o "pneu" (6/0) que liquidou a partida.

Outra favorita que estreou com vitória nesta terça-feira foi Maria Kirilenko. Segunda cabeça de chave em Seul, a russa bateu a taiwanesa Chin-Wei Chan por duplo 6/3. Assim, ela avançou à segunda rodada e terá como próxima rival a japonesa Kimiko Date-Krumm, que na estreia derrotou a britânica Heather Watson por 2 sets a 1, de virada, com 3/6, 6/3 e 6/4.

Já a checa Klara Zakopalova não conseguiu justificar a condição de quarta cabeça de chave em Seul ao ser arrasada pela sul-coreana Su-Jeong Jang com parciais de 6/3 e 6/1. A alemã Andrea Petkovic, por sua vez, foi batida também na estreia como sétima pré-classificada do torneio. Ela acabou superada pela italiana Francesca Schiavone, que venceu por 2 sets a 1, com 6/1, 2/6 e 6/4.

A alemã Annika Beck, oitava cabeça de chave e possível rival de Radwanska nas quartas de final, sofreu, mas estreou com vitória na Coreia do Sul ao bater a japonesa Risa Ozaki por 2 sets a 1, com 3/6, 7/6 (7/5) e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.