Alex Goodlett/AFP
Alex Goodlett/AFP

Radwanska supera Svitolina e fatura título em New Haven

Sem perder sets no torneio, a polonesa bateu a ucraniana por 2 sets a 0

Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2016 | 21h41

Primeira pré-classificada e quarta colocada no ranking da WTA, Agnieszka Radwanska concluiu neste sábado uma semana dominante com a vitória na decisão do Torneio de New Haven sobre a ucraniana Elina Svitolina, número 23 do mundo, por 6/1 e 7/6 (7/3).

A estrela polonesa não perdeu um set durante o torneio, disputado em quadras duras, e levou a sua 19ª taça no circuito da WTA. Ela teve o controle da final desde o início, vencendo 20 dos primeiros 27 pontos e abrindo uma vantagem de 5/0.

Com golpes precisos, colocou Svitolina para correr, viu a ucraniana salvar dois set points no sexto game, evitando um "pneu", mas na sequência fechou a parcial em 29 minutos. "Eu estava realmente me sentindo bem esta semana", disse Radwanska. "Tudo funcionou. Eu estava me sentindo muito confiante na quadra".

O segundo set foi muito mais equilibrado. Ele incluiu três quebras de serviço para cada jogadora e um rali com 37 golpes no nono game. Radwanska quebrou o serviço da adversária nesse game para fazer 5/4 e parecia com o jogo sob controle.

Mas Svitolina reagiu, devolveu a quebra e fez 6/5. Radwanska, então, salvou dois set points, forçou o tie-break e venceu cinco dos últimos seis pontos para triunfar.

Svitolina cometeu 36 erros não-forçados, incluindo um backhand na rede que encerrou o jogo. "Os set points, eles vêm e vão em cinco segundos", disse Svitolina. "Ela fez grandes saques, ela os colocou muito bem".

Radwanska nunca antes tinha passado das quartas de final em New Haven, mas teve uma campanha relativamente fácil este ano, que incluiu um bye primeira rodada, seguido por vitórias sobre a leta Jelenã Ostapenko e a belga Kirsten Flipkens. Depois, nas semifinais, aplicou um duplo 6/1 na checa Petra Kvitova, três vezes campeã do torneio.

Ela se tornou a primeira cabeça de chave número 1 a ser campeã em Connecticut desde Caroline Wozniacki em 2011. O título é o segundo de Radwanska nesta temporada - em janeiro, foi campeã em Shenzhen, na China.

Svitolina, que derrotou Serena Williams na terceira rodada dos Jogos Olímpicos do Rio, agora soma quatro vitórias e uma derrota em finais da WTA, mas este foi sua previsão de um evento de nível Premier. Ela disputou esse torneio pela quarta vez e nunca antes havia passado da primeira rodada.

A ucraniana admitiu decepção pelo desempenho ruim no primeiro set, mas reconheceu ter se apresentado bem durante a semana. "Não há tempo para ficar triste porque o US Open começa já na segunda-feira", disse Svitolina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.