China Out/AFP
China Out/AFP

Radwanska vai à final em Tianjin e fica a uma vitória do WTA Finals

'Foi minha melhor partida na semana', diz polonesa

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2015 | 10h37

A polonesa Agnieszka Radwanska está muito perto de se tornar a sexta tenista a se classificar para o WTA Finals, que este ano vai acontecer em Cingapura. Neste sábado, a atual sexta colocada do ranking mundial avançou à final do Torneio de Tianjin, na China, e ficou a uma vitória de carimbar o passaporte.

Pela semifinal, a tenista de 26 anos jogou em alto nível para vencer a checa Karolina Pliskova em pouco mais de uma hora de jogo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1. "Foi, definitivamente, a minha melhor partida na semana. Eu sabia que precisava jogar bem e fiz tudo certo hoje (sábado)", disse a tenista, que vai atrás do seu 16.º título no Circuito e sua quinta classificação seguida para o WTA Finals.

Em boa fase no último mês, Radwanska foi finalista em Tóquio (Japão), semifinalista em Pequim (China) e agora está na decisão em Tianjin, sempre no piso duro. "Antes do tour asiático, eu realmente não achava que tinha chances de ir a Cingapura", admitiu.

Na final, Radwanska vai enfrentar a jovem montenegrina Danka Kovinic, de 20 anos. Número 75 do mundo, ela chegou à final após vencer a sérvia Danka Kovinic, 90.ª, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (2/7) e 6/2.

Kovinic, que neste ano foi finalista de um torneio da Federação Internacional de Tênis (ITF) em Curitiba e também jogou em Campinas, Rio e São Paulo, se tornou a primeira montenegrina a chegar a uma final na WTA. Antes, ela ostentava ser a primeira montenegrina a ir até as quartas, o que fez seis vezes nos últimos anos.

HONG KONG

A alemã Angelique Kerber vive a mesma situação que Radwanska. Número 10 do ranking mundial, ela avançou neste sábado à final do Torneio de Hong Kong, na China, e se classifica a Cingapura e vencer a decisão contra a sérvia Jelena Jankovic, no domingo.

Nas semifinais deste sábado, Kerber ganhou da australiana Samantha Stosur por duplo 6/2. Depois, Jankovic, 24.ª do mundo, entrou em quadra para vencer a norte-americana Venus Williams, irmã da líder do ranking, também por 2 a 0, com 6/4 e 7/5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.