Radwanska vence o Masters da WTA e fatura 1º grande título da carreira

Aos 26 anos, Agnieszka Radwanska conquistou neste domingo o maior título da sua carreira. A tenista polonesa, que só disputou final de Grand Slam uma vez, venceu a checa Petra Kvitova por 2 sets a 1 (6/2, 4/6 e 6/3) e se sagrou campeã do Masters da WTA, disputado em Cingapura.

Estadão Conteúdo

01 Novembro 2015 | 12h13

Atual sexta colocada do ranking mundial, Radwanska vinha se mostrando uma tenista regular, mas que carecia de grandes títulos. A participação deste ano era sua sétima seguida no Masters da WTA, mas desde que o formato da competição passou a ser o atual, ela só havia ganhado quatro de 14 partidas. Em 38 disputas em Grand Slam, só fez uma final.

Em Cingapura, Radwanska começou indicando que sua campanha seria mais do mesmo. Perdeu da russa Maria Sharapova e da italiana nas duas primeiras rodadas, mas conseguiu a classificação para a semifinal ao vencer a cabeça de chave número 1 Simona Halep, da Romênia.

Na semi, surpreendeu a espanhola Garbiñe Muguruza, que vinha invicta da fase de grupos. Já neste domingo impediu o bicampeonato de Kvitova, quinta do ranking mundial e campeã do Masters na temporada 2011.

"Algumas semanas atrás, eu nem sabia que eu estaria aqui (em Cingapura). Eu fiz a coisa certa nos momentos importantes de um jogo realmente equilibrado, tive minhas chances no segundo set, mas realmente não importa como eu ganhei", comentou a polonesa após a partida.

O jogo começou com Kvitova muito mal, errando demais no seu saque para ser quebrada logo no primeiro game. Exagerando nas duplas faltas, a checa ainda foi quebrada mais uma vez e viu o primeiro set se encerrar em 33 minutos, a favor de Radwanska, por 6/2. A polonesa, precisa, só cedeu seis pontos.

Em busca do seu primeiro grande título, Radwanska quase não errou, fechando a partida, de três sets, com apenas cinco erros não forçados, contra 53 da checa. Kvitova era mais ousada e isso ficou claro também no número de winers: 41 a 15. Foi com essa agressividade que Kvitova empatou o jogo no segundo set.

Cansadas, as duas tenistas sofreram para confirmar seus serviços no último set. Kvitova se deu pior nessa. Foi quebrada quatro vezes, perdeu por 6/3 e viu Radwanska receber o troféu das mãos da lenda Chris Evert, como primeira campeã depois de ter perdido dois jogos na fase de grupos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.