Guillaume Horcajuelo/EFE
Guillaume Horcajuelo/EFE

Rafael Nadal bate Ivan Ljubicic e avança em Roland Garros

Espanhol venceu por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/3 e 6/3, e vai às quartas no Grand Slam

AE, Agência Estado

30 de maio de 2011 | 11h18

PARIS - O espanhol Rafael Nadal teve uma atuação irregular, mas mesmo assim conseguiu se classificar para as quartas de final de Roland Garros. Nesta segunda-feira, o número 1 do mundo superou o croata Ivan Ljubicic, 37º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/3 e 6/3, em 2 horas e 26 minutos, e seguiu vivo na defesa do seu título e na busca pelo hexacampeonato do Grand Slam francês.

Nadal, que tenta igualar o feito do sueco Bjorn Borg, maior vencedor de Roland Garros, com seis conquistas, fez 7 a 2 no confronto direto com Ljubicic. Agora, o espanhol vai duelar com o vencedor do duelo entre o sueco Robin Soderling e o francês Gilles Simon.

Na partida desta segunda-feira, Nadal conseguiu 25 winners e cometeu 24 erros não-forçados contra 34 bolas vencedoras e 48 equívocos de Ljubicic. No primeiro set, o espanhol conseguiu uma quebra de serviço no terceiro game, mas perdeu o seu saque no sexto. Porém, com nova quebra na 11ª parcial conseguiu fechar o set em 7/5.

Na segunda parcial, Nadal oscilou menos. O tenista espanhol desperdiçou vários break-points até conseguir uma quebra no sétimo game. Depois, no nono game, obteve nova quebra para vencer a parcial por 6/3.

No terceiro set, o espanhol conseguiu quebrar o serviço de Ljubicic no quarto game, perdeu o seu saque em seguida, mas obteve nova quebra no sexto game para abrir 4/2. Depois, precisou confirmar o seu saque apenas mais duas vezes para voltar a vencer em Roland Garros.

Chela. O argentino Juan Ignacio Chela, 34º colocado no ranking da ATP, se classificou para as quartas de final de Roland Garros ao derrotar o colombiano Alejandro Falla, número 120 do mundo, por 3 sets a 2, com parciais de 4/6, 6/2, 1/6, 7/6 (7/5) e 6/2, em 3 horas e 55 minutos.

Com a vitória, Chela igualou o seu melhor desempenho em torneios do Grand Slam, já que em 2004 também se classificou às quartas de final de Roland Garros e em 2007 avançou até esta etapa no US Open. Agora, o argentino vai duelar com o vencedor do jogo entre o britânico Andy Murray, número 4 do mundo, e o sérvio Viktor Troicki.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.