Javier Soriano/AFP
Javier Soriano/AFP

Rafael Nadal brilha e Espanha avança à semifinal da Copa Davis

Espanhóis vão enfrentar a Grã-Bretanha por vaga na decisão; Djokovic é eliminado com a Sérvia

Redação, Estadão Conteúdo

22 de novembro de 2019 | 21h50

Com um desempenho brilhante e decisivo de Rafael Nadal, a Espanha eliminou a Argentina nesta sexta-feira e avançou à semifinal das Finais da Copa Davis, disputada em Madri. Anfitriões, os espanhóis vão enfrentar no sábado a Grã-Bretanha, liderada pelo ex-número 1 do mundo Andy Murray. A Rússia, que despachou a Sérvia de Novak Djokovic, é a outra classificada às semifinais. Enfrentará o Canadá, que avançou ainda na quinta-feira.

Nadal precisou entrar por duas vezes nesta sexta na quadra dura da Caja Mágica, na capital espanhola, para garantir a vitória sobre a Argentina. Em jogo de simples, arrasou Diego Schwartzman por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em apenas uma hora. No entanto, Guido Pella empatou o duelo ao superar Pablo Carreño Busta por 6/7 (3/7), 7/6 (7/4) e 6/1.

Nas duplas, porém, os espanhóis retomaram o domínio. Nadal, atual número 1 do mundo, e Marcel Granollers, especialista em duplas, superaram Leonardo Mayer e Máximo González por 6/4, 4/6 e 6/3.

Próximos rivais dos anfitriões, os britânicos eliminaram nesta sexta a Alemanha, sem precisar contar com Murray, novamente poupado. Apenas duas vitórias foram o suficiente na série melhor de três: Kyle Edmund bateu Philipp Kohlschreiber por 6/3 e 7/5 enquanto Daniel Evans venceu Jan-Lennard Struff por 7/6 (8/6), 3/6 e 7/6 (7/2). A partida de duplas foi cancelada.

Mais cedo, nem mesmo o bom desempenho de Djokovic evitou a derrota da Sérvia diante dos russos, por 2 a 1 no confronto. Assim como fez Nadal, o número dois do mundo jogou duas partidas, uma de simples e a de duplas, para tentar ajudar a sua equipe. No entanto, não teve sucesso.

No primeiro duelo, Andrey Rublev derrotou Filip Krajinovic por 6/1 e 6/2. Djokovic, então, decretou o empate ao superar Karen Khachanov por duplo 6/3. Nas duplas, o vice-líder do ranking e Viktor Troicki desperdiçaram três match points antes de serem derrotados por Rublev e Khachanov por 4/6, 6/4 e 7/6 (10/8). Durante o jogo, Djokovic reclamou de dores no cotovelo direito e chegou a receber atendimento médico em quadra. Na semifinal, os russos vão enfrentar os canadenses.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisRafael Nadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.