Eddie Keogh/Reuters
Eddie Keogh/Reuters

Rafael Nadal cai pela 1.ª vez na estreia de um Grand Slam

Steve Darcis, 135.º no ranking da ATP, venceu o espanhol favorito ao título de Wimbledon

AE, Agência Estado

24 de junho de 2013 | 14h47

LONDRES - A disputa de Wimbledon começou nesta segunda-feira com uma grande zebra. Favorito ao título e embalado por uma temporada praticamente perfeita, o espanhol Rafael Nadal foi eliminado logo na estreia do Grand Slam inglês, realizado nas quadras de grama em Londres. E, numa derrota histórica, caiu diante de um tenista de pouca expressão no cenário internacional: o belga Steve Darcis, atual 135.º colocado da ATP, que bateu o poderoso rival por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4), 7/6 (10/8) e 6/4.

É a primeira vez que Nadal é eliminado logo na estreia de um torneio do Grand Slam. Antes, ele já tinha perdido numa segunda rodada, basicamente no começo de carreira e na edição passada de Wimbledon, quando sofria com uma contusão no joelho que o deixou fora das quadras durante todo o segundo semestre. Naquela ocasião, o improvável algoz do espanhol foi o checo Lukas Rosol.

Ironia do destino, Nadal acabou dando adeus precoce a Wimbledon na condição de único tenista com vaga já assegurada na próxima edição do ATP Finals, torneio que reunirá os oito melhores jogadores da temporada, entre 4 e 11 de novembro, também em Londres.

Para completar, o atual quinto colocado do ranking mundial vinha traçando um retorno brilhante ao circuito profissional. Desde que voltou a jogar, em fevereiro, o espanhol conquistou sete títulos e alcançou nove finais. Por causa deste desempenho assombroso, ele lidera com folga o ranking que contabiliza apenas os pontos obtidos nesta temporada. Ele acumulou um total de 7.000, enquanto o sérvio Novak Djokovic é segundo desta listagem, tem 5.030.

Nadal sonhava em conquistar nesta edição de Wimbledon o seu 13.º Grand Slam, sendo que ele faturou, no último dia 9, o seu oitavo título de Roland Garros, outro feito histórico de sua carreira.

Nesta segunda, porém, Nadal voltou a amargar um dia daqueles para esquecer. No primeiro set, ele conseguiu quebrar o saque do rival uma vez, mas teve o serviço ameaçado por 11 vezes na parcial e em uma delas Steve Darcis conseguiu uma quebra. E, no tie-break, o belga foi melhor ao fazer 7/4.

No segundo set, mais uma vez cada tenista converteu um break point e a disputa foi novamente para o tie-break, no qual Darcis voltou a triunfar, agora por apertados 10 a 8.

Confiante com a boa vantagem no placar, Darcis obteve uma nova quebra no início do terceiro set e, sem ser superado no serviço até o fim, liquidou o confronto em 6/4.

No fim, o belga teve premiada a sua agressividade em quadra, no qual obteve 13 aces e 53 winners, contra 32 bolas vencedoras do espanhol.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisWimbledonRafael Nadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.