Rafael Nadal diz que ninguém poderia parar Tsonga em quadra

'Não esperava este nível nem de Federer', conta o espanhol, derrotado pelo francês por 3 sets a 0

Efe,

24 de janeiro de 2008 | 13h06

O tenista Rafael Nadal disse nesta quarta que ninguém poderia parar o seu adversário nas semifinais do Aberto da Austrália, o francês Jo-Wilfried Tsonga. O espanhol perdeu por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/3 e 6/2. Veja também: Jo Wilfried Tsonga vence Nadal e vai à final na Austrália  "Não esperava este nível nem de Federer. Jogando assim é difícil pará-lo e será difícil que atue melhor do que hoje. Não pode ser assim sempre", disse Nadal, número dois do mundo, que admitiu ter se impressionado com a força do francês. O espanhol disse não estar frustrado e que também não se sentiu impotente: "É preciso saber perder e ganhar com humildade. Portanto, o melhor que pude fazer foi dar parabéns a ele e continuar em frente, guardar as raquetes e treinar ainda mais", disse Nadal. "Não é por sorte que ele está na final depois de ter vencido jogadores como Murray e Youznhy, mas acho que sentirá a pressão de sua primeira final de um Grand Slam", comentou Nadal. Tsonga enfrentará na decisão o vencedor da partida entre o suíço Roger Federer, número 1 do mundo, e o sérvio Novak Djokovic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.