Rungroj Yongrit/EFE
Rungroj Yongrit/EFE

Rafael Nadal lamenta dia difícil e eliminação do Aberto da Austrália

Espanhol está fora da competição e desperdiça chance de conquistar o quarto Grand Slam seguido

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2011 | 11h17

MELBOURNE - O sonho do espanhol Rafael Nadal de conquistar quatro título de Grand Slam de forma consecutiva acabou nesta quarta-feira com a derrota para o compatriota David Ferrer por 3 sets a 0, na fase de quartas de final do Aberto da Austrália. Uma lesão na perna esquerda incomodou o número 1 do ranking mundial da ATP durante a partida e o fez perder pelo segundo ano seguido nesta fase da competição realizada em Melbourne.

Nadal, que preferiu não falar sobre a natureza da contusão, aparentou ter chorado de dor durante o terceiro set do jogo, quando teve de pedir atendimento médico. "Este é um dia muito difícil para mim. Hoje (quarta) não pude fazer mais do que fiz. Ele (Ferrer) jogou em um nível muito alto", disse o tenista espanhol, que visivelmente não conseguia chegar em boas condições em todas as jogadas.

Pressionado durante a entrevista coletiva sobre sua lesão, Nadal acrescentou: "Não tenho que dizer o que senti na quadra, mas é óbvio que não estive no meu melhor. Tive um problema no início do jogo e, depois, disso, ele estava praticamente perdido", contou.

Amigo, Ferrer lamentou o que aconteceu com Nadal, mas comemorou muito a classificação às semifinais, em que enfrentará o britânico Andy Murray. "Essa foi uma grande vitória para mim. Mas não foi uma vitória de verdade. Ele (Nadal) estava jogando com uma lesão... e eu tive sorte. Mas joguei bem o meu jogo", afirmou.

Veja também:

linkFerrer bate Nadal na Austrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.