Arnd Wiegmann/Reuters
Arnd Wiegmann/Reuters

Rafael Nadal passará por cirurgia e desiste de jogar o ATP Finals

Espanhol admite sofrer com a apendicite e pretende operar no começo de novembro, dias antes do torneio, que será em Londres

Estadão Conteúdo

24 de outubro de 2014 | 17h49

A surpreendente derrota para o jovem Borna Coric nesta sexta-feira, nas quartas de final do Torneio da Basileia, foi a prova que Rafael Nadal precisava para se afastar do circuito e tratar sua apendicite. Poucos minutos após a eliminação, o espanhol anunciou que passará por cirurgia e, por isso, está fora do ATP Finals de Londres, de 9 a 17 de novembro.

Nadal admitiu não estar "competitivo o suficiente" e por isso decidiu encerrar a temporada prematuramente. Ele vinha tratando a apendicite com antibióticos, na esperança de conseguir disputar o ATP Finals, mas as dores enfraqueceram seu rendimento e o fizeram perceber que o esforço não seria recompensado.

Com a cirurgia, marcada para o dia 3 de novembro, Nadal entrará de férias antes do esperado. A expectativa é aproveitar a virada do ano para fazer a recuperação ideal e voltar no mais alto nível em 2015. Sem ele, abre-se uma vaga no ATP Finals, que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Mais cedo nesta sexta-feira, antes de enfrentar Coric, Nadal já havia desistido de participar do Masters 1000 de Paris, que acontecerá na semana que vem, como confirmaram os organizadores do evento. Para esta competição, no entanto, o espanhol alegou "problemas pessoais" ao justificar a desistência.

A temporada 2014 ficou marcada pelos problemas físicos de Nadal, principalmente no segundo semestre. No início do mês, o espanhol já havia precisado de tratamento para a apendicite em Xangai. Na Basileia, onde foi eliminado nesta sexta, disputava somente seu terceiro torneio desde Wimbledon, que aconteceu em junho, quando uma lesão no pulso reduziu sua agenda.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRafael NadalATP Finals

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.