Sebastian Nogier/EFE
Sebastian Nogier/EFE

Rafael Nadal sofre, mas vence búlgaro e vai à semifinal em Montecarlo

Tenista espanhol não encontrou a mesma facilidade dos últimos dois jogos diante de Grigor Dimitrov

AE, Agência Estado

19 de abril de 2013 | 10h49

MONTECARLO - Depois de obter duas vitórias com tranquilidade, Rafael Nadal encarou um duro confronto diante do búlgaro Grigor Dimitrov, nesta sexta-feira, no Masters 1.000 de Montecarlo. O atual octocampeão do torneio disputado em quadras de saibro no Principado de Mônaco precisou jogar três sets para superar o rival por 2 a 1, com parciais de 6/2, 2/6 e 6/4, e avançar às semifinais.

O atual quinto colocado do ranking mundial só foi assegurar classificação após atuar durante 2h08min diante de um adversário inspirado, atual 34.º tenista da ATP, que acabou sucumbido apenas no final do jogo, quando já estava fisicamente extenuado.

Esse foi nada menos do que o 45.º triunfo seguido de Nadal em Montecarlo, onde ele reina desde 2005. E agora, por uma vaga em mais uma decisão da competição monegasca, o espanhol terá pela frente o francês Jo-Wilfried Tsonga, que também sofreu para derrotar o suíço Stanislas Wawrinka por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 2/6, 6/3 e 6/4, horas mais cedo.

Agora garantido na semifinal, o heptacampeão de Roland Garros ainda levou um susto ao ser superado por 6/2 no segundo set, após ter vencido o primeiro também por 6/2. Ele não perdia um set em Montecarlo desde 2011, quando o britânico Andy Murray caiu por 2 a 1 diante do espanhol nas semifinais.

No duelo desta sexta, Nadal dava a impressão de que conquistaria mais um triunfo de forma tranquila ao aproveitar três de quatro chances de quebrar o saque de Dimitrov no primeiro set, enquanto o búlgaro converteu um de três break points para ganhar um dos seus dois games nesta parcial encerra em 6/2.

A partir do segundo set, porém, Dimitrov começou a sacar com maior eficiência e aproveitou duas de cinco oportunidades de quebra para devolver o 6/2. Já a terceira parcial foi a mais equilibrada do jogo, com o búlgaro arrancando aplausos do público com grandes jogadas. Entretanto, após conseguir uma quebra no nono game, Nadal sacou para liquidar o jogo, que ele conquistou ao fazer um ace, o seu segundo em toda partida, contra um total de oito pontos de saque feitos pelo búlgaro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.