Charles Krupa/AP
Charles Krupa/AP

Rafael Nadal tem chave favorável no US Open

Espanhol caiu do lado oposto de Djokovic e Murray, mas pode ter Roger Federer nas quartas

O Estado de S. Paulo

26 de agosto de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - O sorteio da chave de simples masculino colocou Novak Djokovic e Rafael Nadal em lados opostos, e os dois se encontrariam apenas em uma hipotética final. Nadal aparentemente se deu bem, pois Andy Murray, detentor do título e campeão também em Wimbledon este ano, caiu do lado do sérvio. O espanhol pode ter pela frente Roger Federer, que caiu para 7.° e não vive um bom momento.

A respeito de Federer, aliás, o hoje comentarista John McEnroe não considera que ele tenha chances de chegar à final. “Não o vejo nesse momento conseguindo passar por todas as rodadas e batendo dois ou três dos caras top”.

Federer não concorda. “Claro que, quando eu venho aqui, não quero só fazer quartas de final. Estou aqui tentando vencer o torneio”, avisou. A possibilidade de enfrentar Nadal agrada ao suíço. “Acho que é uma chave empolgante com Rafa bem perto. Nós nunca nos enfrentamos aqui. Espero, do meu lado, que eu chegue até lá”.

O principal desafio de Djokovic, antes da semifinal, parece ser Juan Martín del Potro, que costuma lhe dar trabalho. Porém, num eventual jogo de cinco sets, o desgaste físico parece pesar contra o argentino. Já a maior ameaça que paira sobre Murray, que defende o título, parece ser o checo Tomas Berdych, que conseguiu derrotá-lo em dois sets em Cincinatti.

“Acho que há menos pressão. Mas ficarei nervoso antes da primeira partida, porque será uma experiência nova e diferente”, comentou o britânico.

BRASIL

O país será representado por dois tenistas. Além de Thomaz Bellucci, hoje o 116.º do ranking, Rogério Dutra Silva, o 134.º, conquistou vaga no torneio qualificatório. Bellucci vai enfrentar o espanhol Robert Bautista, 64.º do mundo, enquanto Rogerinho enfrenta o canadense Vasek Pospisil, o 39.º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.