REUTERS/Dylan Martinez
REUTERS/Dylan Martinez

Rafael Nadal revela que está sem dores e deve jogar em Wimbledon: 'É a minha intenção'

Após os títulos do Aberto da Austrália e de Roland Garros, tenista espanhol deve ir para o seu terceiro Grand Slam na temporada

Redação, Estadão Conteúdo

17 de junho de 2022 | 11h25

Campeão do Aberto da Austrália e de Roland Garros neste ano, o espanhol Rafael Nadal tem tudo para disputar seu terceiro Grand Slam da temporada, apesar das crônicas dores no pé esquerdo. Nesta sexta-feira, o espanhol afirmou que viajará para Londres na segunda-feira com "intenção de disputar Wimbledon".

Nadal vem treinando forte em quadra de grama em Mallorca, na Espanha, ao lado de Feliciano López, ao mesmo tempo em que faz tratamento intensivo contra o problema no pé — ele revelou que jogou com dores na conquista de Roland Garros, sendo obrigado até a tomar injeções.

"O tratamento que recebi em Barcelona não é imediato, mas começa a surtir efeito. Não senti tantas dores nesta semana e na próxima segunda-feira irei a Londres com a intenção de jogar Wimbledon", afirmou Nadal.

Sem conquistar o título na grama de Londres desde 2010 (também foi campeão em 2008), Nadal espera se superar na competição. Entre 2012 e 2017, por exemplo, não conseguiu nem chegar às quartas de final. Por isso trabalha forte em Mallorca, sem necessidade de injeções.

Após a disputa de Wimbledon, seus planos são de parar para relaxar para buscar plena recuperação, mas já com duas disputas programadas no reduzido calendário de 2022. "Depois de Wimbledon, quero descansar e depois acho que vou me preparar para jogar no Canadá e no US Open."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.