James Eselby / EFE
James Eselby / EFE

Raonic desiste, e Thiago Monteiro enfrenta argentino na estreia em Roland Garros

Tenista brasileiro enfrentará o finalista do ATP 250 de Buenos Aires, Francisco Cerundolo

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2021 | 17h34

Thiago Monteiro está pronto para a sua estreia em Roland Garros. O tenista número 1 do Brasil enfrentará o argentino Francisco Cerundolo, número 116 do mundo, nesta segunda-feira. Esta será a sexta edição que o cearense disputará no Grand Slam em Paris, indo em busca de superar o seu melhor desempenho no torneio, que é a terceira rodada atingida em 2020.

Já recuperado de uma série de lesões que sofreu durante a gira de saibro sul-americana, Thiago Monteiro se sente bem e preparado para entrar em quadra. "Me sinto muito bem fisicamente, atingi o 100% há três semanas. Fiz jogos longos nesta gira e saí de quadra me sentindo bem. Estou preparado, é um Grand Slam e as emoções ficam à flor da pele, todos querem dar o seu melhor e jogar no maior nível possível. Cheguei aqui em Paris na última quinta-feira, era importante eu me adaptar o quanto antes para ter uma boa semana", disse o brasileiro.

Thiago Monteiro viu a desistência do seu adversário original, o canadense Milos Raonic, na manhã deste domingo. "Lucky loser", Francisco Cerundolo tem como melhor campanha no ano a final no ATP 250 de Buenos Aires, na Argentina. Os tenistas se enfrentaram uma vez em torneios, no Challenger de Punta del Este, no Uruguai, em 2020, com vitória do brasileiro.

"Fiquei sabendo da mudança de adversário hoje (domingo) cedo. Sem dúvidas estou esperando um jogo duro, o Cerundolo está jogando muito bem neste ano e é um jogador muito perigoso. A preparação muda um pouco, já que os dois jogam bem diferente. Contra o Raonic seria um jogo baseado em saque e com menos trocas de bolas, pouco ritmo, e o Cerundolo já tem mais trocas de bolas. O jogo muda taticamente, mas a mentalidade é a mesma. É buscar estar confiante, sempre impondo ritmo, não deixar ele confortável em quadra e ditar o jogo", analisou o número 79 do mundo.

Já parte da rotina dos tenistas, os protocolos de segurança a serem seguidos nos torneios não incomodam Thiago Monteiro, que disse se sentir seguro com as medidas adotadas. "Já estamos cada vez mais acostumados com os protocolos que precisamos seguir. Muitos torneios ainda não estão recebendo público, mas aqui teremos um pouco, o que é muito legal e muda a atmosfera. Ainda assim continuamos a seguir os protocolos. Usamos máscaras, fazemos os testes e tudo mais. Os jogadores vêm se sentindo muito seguros e também mais adaptados à nova rotina. Com menos liberdade, claro, mas também com muito mais segurança. As viagens também estão sendo bem mais tranquilas, com menos desgaste do isolamento e tudo mais. Já estou bem adaptado e aos poucos o cenário vai flexibilizando e melhorando", finalizou.

O brasileiro também vai disputar a chave de duplas masculinas. Ele voltará a disputar um Grand Slam com o australiano John Millman, número 43 no ranking de simples, com quem também jogou no Aberto da Austrália, onde chegaram na terceira rodada. Em Paris, a dupla estreará contra o time do taiwanês Yen-Hsun Lu e do japonês Yoshihito Nishioka.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.