Lucy Nicholson/Reuters
Lucy Nicholson/Reuters

Recuperada de lesão no ombro, Sharapova volta ao circuito na grama de Maiorca

Com apenas três torneios no ano, russa está em fase de preparação para Wimbledon

Redação, Estadão Conteúdo

10 de junho de 2019 | 13h30

A russa Maria Sharapova definiu a sua volta ao circuito profissional depois de se recuperar de uma lesão no ombro direito - teve de passar por uma cirurgia no local no final de fevereiro deste ano - que a tirou de vários torneios nesta temporada, inclusive Roland Garros. Nesta segunda-feira, a organização do Torneio de Maiorca, na Espanha, disputado em quadras de grama, anunciou que deu um convite à tenista ex-número 1 do mundo.

Sharapova está treinando em Maiorca, que serve de preparação para Wimbledon, desde a semana passada e agradeceu o convite para a competição que começará na próxima segunda-feira. "Estou muito feliz em anunciar que estou aceitando o convite para participar do Mallorca Open", disse a tenista em um comunicado oficial. "Quero agradecer à organização pela oportunidade que meu deu e aos meus incríveis fãs que me apoiaram nos últimos meses", completou.

Com 32 anos, Sharapova convive com lesões nos últimos meses que a limitaram a apenas três torneios em 2019. A russa chegou às oitavas de final do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, em janeiro, mas teve que desistir em Shenzhen, na China, em janeiro, com dores na coxa esquerda, em São Petersburgo, na Rússia, em fevereiro, com o problema no ombro direito, que a levou a fazer uma pequena cirurgia.

Ex-número 1 do mundo, a tenista russa aparece atualmente no 86.º lugar do ranking da WTA. Por não ter defendido 350 pontos no Torneio de Roma, na Itália, e mais 430 em Roland Garros, despencou 37 posições na atualização da lista nesta segunda-feira. Na temporada passada, havia sido semifinalista na capital italiana e chegado às quartas de final em Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.