Eric Vidal/Reuters
Eric Vidal/Reuters

Recuperado, Marcelo Melo comemora estreia em 2019 com confronto pela Copa Davis

Confronto entre Brasil e Bélgica, no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (MG), vale uma vaga no Grupo Mundial

Redação, Estadão Conteúdo

29 Janeiro 2019 | 13h01

Marcelo Melo fará a sua estreia na temporada de 2019 de uma forma especial. Recuperado de uma lesão muscular nas costas sofrida no final do ano passado, que o deixou de fora até do Aberto da Austrália neste mês, o tenista está de volta às quadras defendendo o Brasil no confronto contra a Bélgica, neste final de semana, no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (MG), pela fase de classificação da Copa Davis.

"Muito feliz por voltar à rotina de torneios. Aqui está tudo cada dia melhor. Começamos os treinos no domingo e, agora, é ir evoluindo até o dia dos jogos. Já treinei com o Bruno (Soares) nesta segunda. O estádio é fantástico. O pessoal, nota mil. Estamos nos sentindo em casa", afirmou Marcelo Melo, que desde o último domingo está na cidade mineira. "Todos sabem que é um orgulho enorme para mim, sempre, defender o Brasil", completou.

O confronto contra a Bélgica vale uma vaga no Grupo Mundial, no novo formato da competição, que terá a fase decisiva realizada em Madri, na Espanha, no mês de novembro. As disputas serão na quadra de saibro montada especialmente para o evento. Marcelo Melo, que está em 12.º no ranking de duplas da ATP, jogará neste sábado formando dupla com Bruno Soares (quinto do mundo), enfrentando os belgas Sander Gille (80.º) e Joran Vliegen (81.º).

A equipe brasileira é comandada pelo capitão João Zwetsch. Além da dupla Marcelo Melo e Bruno Soares, o Brasil terá o cearense Thiago Monteiro e o paulista Rogério Dutra Silva, em simples, e como quinto jogador o paranaense Thiago Wild. Com Gille e Vliegen, nas duplas, a Bélgica - do capitão Johan Van Herck - contará ainda com Arthur De Greef e Kimmer Coopejans nas simples.

Calendário

Depois da Copa Davis, Marcelo Melo iniciará a sua temporada no circuito profissional - serão três torneios em fevereiro. A partir do dia 11, ao lado do parceiro polonês Lukasz Kubot, disputará o ATP 500 de Roterdã em quadra rápida. Na sequência, no dia 18, estará de volta ao Brasil para a sua sexta participação no Rio Open, um ATP 500 no saibro do Jockey Club Brasileiro, torneio que joga desde a primeira edição, em 2014. Do Rio de Janeiro irá para o México, no ATP 500 de Acapulco, em quadra rápida, que começa no dia 25.

Em 2018, Marcelo Melo e Lukasz Kubot chegaram até as quartas de final em Roterdã e no Rio de Janeiro e não estiveram em Acapulco, em função de uma infecção do brasileiro que o afastou do torneio mexicano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.