Luiz Pires/Fotojump
Luiz Pires/Fotojump

'Reerguemos o tênis do Brasil', comemora Bruno Soares, após vitória

Para ele, a ascensão do País ao Grupo Mundial fecha um ciclo de um árduo trabalho de muitos profissionais

NATHALIA GARCIA, Agência Estado

15 de setembro de 2012 | 21h09

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - A trajetória para o Brasil voltar à elite da Copa Davis demorou nove anos. E a conquista tão esperada veio com a vitória de Bruno Soares e Marcelo Melo nas duplas sobre Alex Bogomolov Jr e Teymuraz Gabashvili por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/2, 7/6 (9/7), neste sábado, em São José do Rio Preto.

Com direito a "dancinha" para os amigos, Marcelo Melo comemora e considera o triunfo como seu presente de aniversário. Em oito dias, o tenista completa 29 anos. "A dupla às vezes não é tão reconhecida, mas mostramos outra vez nosso valor levando o Brasil para a primeira divisão. Eu me sinto muito feliz por estar no Grupo Mundial, principalmente ao lado do Bruno", festejou.

Para Bruno, a ascensão do País ao Grupo Mundial fecha um ciclo de um árduo trabalho de muitos profissionais. "Passamos por vários momentos difíceis, todo mundo participou. Mas hoje (sábado) conseguimos reerguer o tênis de maneira muito positiva", disse.

E gratidão foi um sentimento lembrado por todos integrantes do time brasileiro, em especial nas palavras do capitão João Zwetsch. Ele fez questão de nomear todos os membros da equipe brasileira desde 2003: Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, entre tantos outros. "A nossa função é manter vivo esse legado deixado por outros jogadores do passado", exaltou.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisBrasilRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.