Michael Cizek/AFP
Michael Cizek/AFP

República Checa confirma favoritismo e fatura título da Fed Cup

Equipe campeã abriu 3 a 0 no confronto contra os Estados Unidos na série melhor de cinco

O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2018 | 15h29

A tenista Katerina Siniakova venceu Sofia Kenin por 2 sets a 1, parciais de 7/5, 5/7 e 7/5, em 3h45 de batalha neste domingo, em Praga, resultado que definiu o título da edição de 2018 da Fed Cup para República Checa. A equipe campeã abriu 3 a 0 no confronto contra os Estados Unidos na série melhor de cinco.

Em uma partida movimentada e equilibrada, a tenista checa de 22 anos salvou dois match points, quando Kenin estava servindo para o jogo em 5/4, e fechou o duelo na segunda oportunidade que teve.

Siniakova manteve o bom momento no começo da segunda parcial e chegou a abrir 3/0, mas sofreu um apagão e perdeu os quatro games seguintes. Ela ainda se recuperou e devolveu a quebra de desvantagem, mas voltou a perder o serviço no 11º game e logo em seguida viu Kenin empatar o jogo.

Em um terceiro set muito disputado, Siniakova salvou três break-points quando sacava em 5/5, levou o game. Pressionada, Kenin falhou em confirmar o serviço seguinte e perdeu o duelo que marcou a derrota dos Estados Unidos no confronto.

A Fed Cup foi marcada pela ausência das principais tenistas dos dois países. Os Estados Unidos jogaram desfalcados das irmãs Serena e Venus Williams e ainda de Sloane Stephens, atual sexta colocada do ranking mundial, e Madison Keys. Já as checas atuaram sem Karolina Pliskova, oitava da WTA, e Petra Kvitova, a sétima, que não jogou neste sábado por estar se recuperando de uma virose. 

A República Checa se tornou campeã da Fed Cup pela sexta vez nos últimos oito anos, conquistando a competição em 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016. Foi a terceira vitória em duelos contra os EUA na Fed Cup.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.