Ricardo Mello e Marcos Daniel avançam em Blumenau

O Brasil colocou mais quatro tenistas nas oitavas de final do Challenger de Blumenau nesta terça-feira. Entre eles estão Ricardo Mello, número 2 do País, e Marcos Daniel, terceiro melhor brasileiro na atualidade. Além deles, Thiago Alves e Rogério Dutra Silva também avançaram no saibro catarinense.

AE, Agência Estado

14 de abril de 2010 | 00h11

Em sua estreia, Mello superou logo de cara o atual campeão do torneio. Diante do compatriota Marcelo Demoliner, ele venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2. Nas oitavas, o número 102 do mundo e terceiro cabeça de chave da competição encara o argentino Carlos Berlocq.

Já Daniel pôde comemorar apenas a sua segunda vitória no ano. Fazendo um início de temporada ruim, o brasileiro mostrou sinais de recuperação ao vencer o austríaco Andreas Maurer por 2 sets a 0, com um duplo 6/4. Quarto favorito em Blumenau, Daniel pega nas oitavas o espanhol Gabriel Trujillo-Traver.

Thiago Alves e Rogério Dutra Silva venceram confrontos brasileiros para avançar à próxima fase. Alves derrotou Caio Zampieri por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, e pega o vencedor do confronto entre o uruguaio Marcel Felder e o marroquino Reda El Amrani. Silva, por sua vez, superou André Miele também por 2 a 0, parciais de 6/1 e 7/5.

Silva duelará nas oitavas contra o argentino Diego Junqueira, algoz do brasileiro Ricardo Hocevar, que perdeu por 2 a 0 (6/4 e 6/2). Outro tenista do País a cair na estreia foi a revelação Tiago Fernandes, que recentemente conquistou o inédito título juvenil do Aberto da Austrália. Com apenas 17 anos e convidado do torneio, ele foi derrotado por Trujillo-Traver por 2 a 0 (6/2 e 6/3).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.