Ricardo Mello e Marcos Daniel passam no quali de Miami

Já João Souza e Júlio Silva não têm uma boa participação e são derrotados na primeira rodada do quali

AE, Agencia Estado

22 de março de 2010 | 23h29

O Brasil pôde comemorar nesta segunda-feira as vitórias de dois dos melhores tenistas do País no qualifying para o Masters 1000 de Miami. No piso duro da Flórida, Ricardo Mello e Marcos Daniel avançaram à segunda rodada do classificatório. Agora, ambos estão a uma vitória da chave principal do torneio.

Número 2 do Brasil e 106.º colocado no ranking mundial, Mello chegou a sair perdendo para o chileno Paul Capdeville, mas conseguiu a virada por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/4 e 6/1, em 1h33 de jogo. Na segunda rodada do quali, o brasileiro vai encarar o equatoriano Nicolas Lapentti. Na única vez em que se enfrentaram, pela Copa Davis, Mello levou a melhor por 3 sets a 2.

Já Marcos Daniel, número 3 do País e 110.º colocado da ATP, teve mais facilidade diante do norte-americano Jack Sock. Depois de uma vitória suada no tie-break do primeiro set, o tenista deslanchou na segunda parcial a ainda conseguiu aplicar um "pneu", vencendo por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1) e 6/0, em 1h04 de jogo. Agora, Daniel pega o turco Marsel Ilhan pela segunda rodada.

Por outro lado, o Brasil viu outros dois tenistas serem eliminados ainda na estreia pelo quali. João Souza não foi páreo para o ucraniano Illya Marchenko e perdeu por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3. Já Júlio Silva caiu em menos de uma hora diante de Yen-Hsun Lu, de Taiwan, perdendo também por 2 a 0, parciais de 6/4 e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.