Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Reuters
Reuters

Rio Open confirma italiana Sara Errani, ex-Top 5

Animada para vir ao Brasil, tenista número 1 das duplas é a segunda mulher confirmada como participante da competição

Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2014 | 11h41

O Rio Open anunciou nesta sexta-feira seu primeiro nome de peso para a chave feminina. Trata-se da italiana Sara Errani, vice-campeã de Roland Garros em 2012 e atual número 1 do mundo nas duplas. Ex-número cinco do ranking de simples, ela é a segunda tenista confirmada na competição, que já contava com a convidada e anfitriã Teliana Pereira.

"Estou muito feliz e animada com a ida para o Rio no ano que vem. É uma cidade maravilhosa e o Brasil é um país incrível. Eu adoro jogar no saibro e vai ser muito bom pra mim. Além disso, também terei a oportunidade de conhecer a cidade que sediará os Jogos Olímpicos de 2016," afirma Errani, atual 14ª colocada do ranking e especialista na terra batida.

Aos 27 anos, a italiana deverá ser uma das tenistas mais experientes em quadra no Rio. Além dos bons resultados no saibro, ela se destaca no piro rápido. Já foi semifinalista do US Open, em 2012, e alcançou as quartas de final do Aberto da Austrália no ano seguinte. Ao todo, ela soma 7 títulos no circuito da WTA.

A italiana, contudo, tem seus melhores resultados nas duplas. Ao lado da compatriota Roberta Vinci, ela fechou o Grand Slam neste ano ao vencer em Wimbledon. Antes se sagrara campeã no US Open, em Roland Garros e no Aberto da Austrália. São 24 títulos, incluindo 5 troféus de Grand Slam.

"O Rio Open fica ainda mais completo com a Sara, uma tenista Top 15 e com excelentes resultados nos Grand Slams tanto em simples quanto em duplas. Eu a vejo como uma versão feminina do David Ferrer, que luta por todos os pontos e vence jogos dramáticos na raça. Sem dúvida ela será mais uma grande atração", comentou Luiz Carvalho, diretor do Rio Open, que será disputado entre 16 e 22 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRio OpenSara Errani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.