Ríos volta a pensar em aposentadoria

O tenista chileno Marcelo Ríos, que chegou a liderar o ranking mundial em 1998, está pensando mais uma vez em encerrar a carreira. Aos 26 anos, ele já ganhou 18 títulos e mais de US$ 9 milhões em prêmios, mas sempre cogita a possibilidade de parar, cansado das viagens, dos treinos e dos torneios do circuito. ?Pode até ser que Marcelo não volte. Ele vai pensar muito antes de voltar ao tênis. Está cansado de viajar, de ficar longe de sua família, de participar dos torneios internacionais?, contou o preparador físico de Ríos, Carlos Cardemil. ?Agora, sua motivação principal é estar com a esposa e a filha.?Ríos viajou para a Costa Rica com a família para passar as férias e ainda não voltou a treinar para a temporada de 2003, o que compromete a sua participação no Aberto da Austrália, a partir do dia 14 de janeiro. Apesar de ter feito um bom ano, com 32 vitórias em 53 jogos, subindo 15 posições no ranking e chegando ao vice no Torneio de Estocolmo, ele admitiu recentemente que não sente mais o mesmo entusiasmo de antes. ?Há muito perdi a motivação, a vontade de jogar?, disse o chileno antes do US Open, em agosto passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.