Robin Soderling vence Llodra e está na final do Masters 1000 de Paris

Tenista sueco faz 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (0/7), 7/5 e 7/6 (8/6), para chegar à decisão

AE, Agência Estado

13 de novembro de 2010 | 14h55

PARIS - O sueco Robin Soderling superou a pressão da torcida e conquistou neste sábado a vaga na final do Masters 1000 de Paris, ao eliminar o local Michael Llodra, grande surpresa da competição. Em jogo empolgante, o número cinco do mundo precisou salvar três match points para vencer o rival de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (0/7), 7/5 e 7/6 (8/6), em 2h49min de partida.

Em sua primeira final de um torneio Masters 1000, Soderling terá pela frente o vencedor do confronto entre o suíço Roger Federer, principal favorito ao título, e o francês Gael Monfils. Os dois disputam a outra semifinal ainda neste sábado.

Soderling e Llodra fizeram um início de jogo equilibrado. O tenista local jogou um pouco melhor, ao mostrar maior eficiência no saque. Acertou 8 dos seus 24 aces somente no primeiro set. Mas o sueco se defendeu bem e também não teve o serviço ameaçado. No tie-break, Llodra foi superior e venceu sem ceder pontos.

A igualdade permaneceu no segundo set. Empurrado pela torcida, o francês se manteve no jogo, apesar de não mostrar o mesmo aproveitamento no saque. O placar seguiu empatado até 5/5, quando Soderling faturou a primeira quebra do jogo e igualou o duelo.

Mais confiante, o sueco começou melhor o terceiro set e abriu 2/0. Llodra, contudo, não se entregou e levantou a torcida ao virar em 5/4. Motivado, o francês chegou a ter três match points quando liderava por 6/5, mas não conseguiu aproveitar as oportunidades. Soderling foi mais eficiente e, depois de empatar o set, faturou o tie-break por 8/6.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.