Roddick perde a calma e o jogo contra Kohlschreiber

Tenista norte-americano fica inconformado com derrota por 3 sets a 2 e chama árbitro de 'idiota'

SIMON CAMBERS, REUTERS

18 de janeiro de 2008 | 14h04

O tenista número um dos Estados Unidos, Andy Roddick, perdeu a paciência e a chance de conquistar seu primeiro título do Aberto da Austrália ao ser derrotado pelo alemão Philipp Kohlschreiber, em uma emocionante partida da terceira rodada, nesta sexta-feira. Em um jogo que terminou depois das 2h da manhã de sábado no horário australiano, o sexto cabeça-de-chave perdeu por 6/4, 3/6, 7/6, 6/7 e 8/6 para o inspirado Kohlschreiber, que impôs a Roddick sua mais precoce eliminação em Melborune desde sua estréia, em 2002. Roddick acertou o recorde da carreira de 42 aces, mas ainda assim foi superado pelo alemão, que entrou no torneio com seu melhor ranking como profissional (27.º). Quando o norte-americano salvou quatro match points em 4-5 no último set --três deles com aces-- parecia que ele reverteria o panorama de momento para vencer a partida. Mas Kohlschreiber não se deu por derrotado e chegou à vitória com um forehand que o classificou para as oitavas-de-final, igualando sua melhor participação anterior em um Grand Slam. Após o equilíbrio nos dois primeiros sets, os dois tenistas tiveram set points no terceiro, mas Kohlschreiber levou a melhor no tiebreak, por 9-7. A derrota irritou Roddick, que perdeu a paciência com o árbitro Emmanuel Joseph. "Você é um idiota", gritou Roddick. Apesar do estouro, Roddick, entretanto, levou o quarto set em outro tiebreak, por 7-3. Kohlschreiber continuou atacando, entretanto, causando problemas a Roddick com seu backhand, e conseguiu quatro match points no 10o game. Roddick salvou todos, e o jogo só foi decidido em 8-6, com uma quebra do alemão no saque do rival.

Tudo o que sabemos sobre:
ATPAberto da AustráliaAndy Roddick

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.