Hassan Ammar/AP - 9/1/2011
Hassan Ammar/AP - 9/1/2011

Roger Federer bate Davydenko e ganha seu 3.º título em Doha

Suíço começa bem a temporada 2011 e ganha final por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4

Agência Estado

08 de janeiro de 2011 | 15h08

O suíço Roger Federer venceu o russo Nikolay Davydenko por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, e conquistou neste sábado pela terceira vez em sua brilhante carreira o título do Torneio de Doha, no Catar.

Com o resultado obtido em apenas 1h19min sobre o atual campeão do ATP 250 disputado no país, o tenista número 2 do mundo acumulou o seu 67.º título e começou 2011 mostrando força antes de disputar o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, que começa no próximo dia 17.

O triunfo de Federer sobre o atual número 22.º do ranking mundial confirmou também a supremacia do suíço diante do russo no retrospecto geral do confronto entre os dois. Ele acumulou a sua 15.ª vitória em 17 duelos com o adversário. No ano passado, Davydenko chegou a surpreender ao eliminar o rival na semifinal justamente do Torneio de Doha, depois de ter batido o suíço no jogo que valeu uma decisão do ATP Finals de 2009.

Na partida deste sábado, Federer voltou a repetir o seu jogo sólido no fundo da quadra e não deu chances a Davydenko. Eficiente, ele não permitiu ao rival nenhuma oportunidade de quebra de saque, enquanto o suíço foi feliz em duas das oito vezes em que jogou para ganhar games no serviço do adversário.

Davydenko também não esteve mal no saque. Ele ganhou 80% dos pontos que disputou quando usou o primeiro serviço, diante de 79% de Federer, que fez valer a sua maior categoria nos momentos decisivos. Sempre colocando pressão em Davydenko, o suíço atropelou no final, quando fez 11 pontos seguidos para liquidar o confronto.

Em fase ruim no circuito profissional, Davydenko, porém, encerrou o Torneio de Doha fortalecido e cheio de moral, pois eliminou o espanhol Rafael Nadal, líder do ranking mundial, na semifinal, antes de cair diante de Federer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.