Andrew Yates/AFP - 27/6/2012
Andrew Yates/AFP - 27/6/2012

Roger Federer bate recorde de Pete Sampras como líder do ranking

Suíço ostenta 287 semanas ao total na ponta da lista da ATP, uma a mais do que norte-americano

AE-AP, Agência Estado

16 de julho de 2012 | 10h34

LONDRES - Roger Federer bateu, nesta segunda-feira, o recorde de semanas não consecutivas na liderança do ranking da ATP, superando o norte-americano Pete Sampras. O tenista suíço havia retomado o posto de número 1 na semana passada, um dia depois de conquistar o heptacampeonato de Wimbledon, e agora contabiliza mais uma marca expressiva da sua impressionante carreira,

Federer agora ostenta 287 semanas ao total na ponta do ranking, enquanto Sampras ficou 286 nesta condição. O recordista de títulos de Grand Slam, com 17 taças, não liderava a ATP desde junho de 2010 e agora festeja o fato de ter ultrapassado um recorde de um jogador que foi o seu ídolo.

"Estou extremamente orgulhoso e honrado por ter batido o recorde de Sampras, que era meu herói de infância", afirmou Federer, que aos 31 anos de idade disputará a Olimpíada de Londres, a partir do final deste mês, como líder do ranking mundial.

Sampras, por sua vez, parabenizou Federer pelo seu recorde e ressaltou: "A coisa mais difícil de se fazer no esporte é a capacidade de permanecer na ponta. Roger tem sido capaz de fazer isso com grande tênis e com durabilidade".

A ATP atualizou o seu ranking nesta segunda-feira e deu grande destaque ao feito de Federer, exibindo em sua capa os cinco tenistas que mais tempo ficaram na liderança. Além de Federer e Sampras, a entidade lembrou que Ivan Lendl, Jimmy Connors e John McEnroe vieram logo atrás deles, com respectivas 270, 268 e 170 semanas no topo.

Federer bateu o recorde de Sampras ostentando um total de 11.075 pontos, contra exatos 11.000 do sérvio Novak Djokovic, vice-líder da ATP, enquanto o espanhol Rafael Nadal é o terceiro colocado, com 8.905.

O grupo dos 20 mais bem colocados do ranking, por sinal, não teve nenhuma mudança significativa nesta segunda, com destaque apenas para a ascensão do espanhol Marcel Granollers para a 20.ª posição. Ele subiu quatro postos em relação à semana passada, enquanto o ucraniano Alexandr Dolgopolov ultrapassou o japonês Kei Nishikori e passou a figurar no 18.º lugar.

BELLUCCI SOBE

Já o brasileiro Thomaz Bellucci voltou a festejar, nesta segunda-feira, uma nova subida no ranking da ATP. Depois ter saltado 16 posições na semana passada, graças ao título do Challenger de Braunschweig, ele galgou mais quatro posições após chegar à semifinal do Torneio de Stuttgart, figurando agora como jogador número 60 do mundo.

Já o atual tenista número 2 do Brasil, Rogério Dutra Silva, saiu do top 100 nesta segunda ao cair da 100.ª para a 101.ª posição, enquanto João Souza, o Feijão, se manteve na 124.ª colocação da semana passada.

Confira o ranking atualizado pela ATP nesta segunda-feira:

1.º Roger Federer (SUI), 11.075 pontos

2.º Novak Djokovic (SER), 11.000

3.º Rafael Nadal (ESP) 8.905

4.º Andy Murray (GBR), 7.460

5.º David Ferrer (ESP), 5.455

6.º Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 5.230

7.º Tomas Berdych (RCH), 4.515

8.º Janko Tipsarevic (SER), 3.320

9.º Juan Martín Del Potro (ARG), 3.180

10.º Nicolas Almagro (ESP), 2.665

11.º John Isner (EUA), 2.620

12.º Gilles Simon (FRA), 2.480

13.º Mardy Fish (EUA), 2.355

14.º Juan Monaco (ARG), 2.240

15.º Marin Cilic (CRO), 1.925

16.º Fernando Verdasco (ESP), 1.810

17.º Gael Monfils (FRA), 1.715

18.º Alexandr Dolgopolov (UCR), 1.690

19.º Kei Nishikori (JAP), 1.680

20.º Marcel Granollers (ESP), 1.635

----------------------------------------

60.º Thomaz Bellucci (BRA), 767

101.º Rogério Dutra Silva (BRA), 550

124.º João Souza (BRA), 433

137.º Thiago Alves (BRA), 393

154.º Ricardo Mello (BRA), 338

166.º Julio Silva (BRA), 311

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.