Arquivo/AE
Arquivo/AE

Roger Federer pode reforçar Suíça contra Itália na Copa Davis

Número 1 do ranking da ATP ainda não conquistou esse título na carreira; ele deve jogar mais pelo seu país

AE-AP, Agencia Estado

29 de julho de 2009 | 11h38

O suíço Roger Federer pode reforçar a equipe de seu país no confronto contra a Itália, entre 18 e 20 de setembro, pelo playoff do Grupo Mundial da Copa Davis. A informação foi dada nesta quarta-feira pelo capitão da equipe suíça, Severin Luethi.

"Não está definido ainda, mas há boas chances de nossos melhores jogadores participarem. Tenho de falar com Roger até o fim desta semana sobre isso", afirmou Luethi ao jornal Le Matin. Os suíços precisam bater a Itália, em Gênova, para continuar na elite da competição.

Depois de bater o recorde de títulos de Grand Slam e conquistar Roland Garros neste ano, Federer deve tornar-se mais participativo nos jogos da Davis. Caso os suíços passem pelo confronto com a Itália, eles mantêm a chance de título para 2010. Então, aos 29 anos, o número 1 do ranking teria a chance de conseguir a conquista que lhe falta.

"Federer ficou feliz com a notícia de que não precisaríamos viajar muito para jogar. Se as duas filhas dele estiverem bem, não vejo razão para ele não enfrentar a Itália", disse Luethi, que é um dos integrantes da equipe técnica do tenista.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisRoger Federer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.