Ali Haider/EFE
Ali Haider/EFE

Roger Federer supera checo e encara Novak Djokovic em Dubai

Suíço tentará sustentar o retrospecto favorável diante do sérvio, com 16 vitórias e 15 derrotas

Agência Estado

27 de fevereiro de 2014 | 15h37

DUBAI - As semifinais do Torneio de Dubai terão mais um duelo entre o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic. Nesta quinta-feira, a realização do confronto foi garantida com a fácil vitória de Federer, o número 8 do mundo, sobre o checo Lukas Rosol, 49º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com um duplo 6/2, em apenas 58 minutos.

Assim, o suíço se garantiu nas semifinais do ATP 500 dos Emirados Árabes Unidos e agora vai duelar com Djokovic, que nem precisou entrar em quadra nesta quinta-feira para avançar, pois Mikhail Youzhny desistiu da partida pelas quartas de final.

O início do jogo desta quinta-feira, porém, foi complicado para Federer, que perdeu o seu saque logo no começo e viu Rosol abrir 2/0. Depois, porém, o suíço venceu seis games seguidos e fechou a parcial em 6/2.

No segundo set, Rosol confirmou o seu saque no primeiro game, mas depois viu Federer ganhar cinco consecutivos, abrindo 5/1. Assim, com facilidade, o suíço voltou a vencer por 6/2, se garantindo na semifinal. Agora, ele tentará se classificar para a sua segunda decisão em 2014 - foi vice-campeão do Torneio de Brisbane.

Nas semifinais, Federer também tentará sustentar o retrospecto favorável diante de Djokovic, com 16 vitórias e 15 derrotas. O sérvio, porém, venceu as últimas três partidas. Djokovic também foi campeão em quatro das últimas cinco edições do Torneio de Dubai, enquanto Federer acumula cinco títulos, o último deles em 2012.

Também nesta quinta-feira, o checo Tomas Berdych, número 6 do mundo, se classificou às semifinais ao vencer o francês Jo-Wilfried Tsonga, décimo colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, em 1 hora e 28 minutos.

Embalado pelo título do Torneio de Roterdã há duas semanas, Berdych tentará se classificar para mais uma final diante do alemão Philipp Kohlschreiber, número 26 do mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.