Rogerinho ganha o 1º convite para a chave principal do Rio Open

Rogerinho ganha o 1º convite para a chave principal do Rio Open

Organização definirá nas próximas semanas o convite restante para o País

Estadão Conteúdo

17 Janeiro 2018 | 13h58

A organização do Rio Open anunciou nesta quarta-feira o primeiro convite para a chave principal do torneio que será disputado entre 19 e 25 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro. E Rogério Dutra Silva é o primeiro brasileiro garantido na chave de simples, após a divulgação da lista inicial sem qualquer representante do País.

+ Dimitrov supera norte-americano em cinco sets e avança no Aberto da Austrália

+ Nadal vence argentino e encara bósnio na 3ª rodada do Aberto da Austrália

Atual 98º do mundo, Rogerinho é o atual número 1 do País. No entanto, não tinha ranking suficiente para entrar direto na chave. Assim, ficou à espera do convite, da mesma forma que Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro. Com a definição de Rogerinho, os outros dois brasileiros brigam por apenas um convite ainda à disposição da organização.

"O Rogerinho é o nosso guerreiro. Ele é uma inspiração e um exemplo a ser seguido por todos que gostariam de ser tenista profissional. Chegou ao seu melhor ranking no ano passado depois de voltar de lesão, é o número um do país e merece muito essa vaga", afirmou o diretor do Rio Open, Luiz Carvalho, ao justificar a decisão.

Rogerinho, que obteve sua melhor posição no ranking em 2017 (63º), agradeceu a oportunidade. "O Rio Open é o maior torneio da América do Sul e é em casa, com a nossa torcida do lado. Dá aquele gosto especial de participar. Sou muito grato desde já pelo convite. Como todo bom brasileiro, adoro o calor. Esse ano espero ir mais longe no torneio e, quem sabe, surpreender", declarou o tenista, que caiu na primeira rodada em 2017.

Com a definição, a organização do Rio Open definirá nas próximas semanas o convite restante, que ficará entre Bellucci e Monteiro. O diretor do torneio já avisou que o caso de doping do primeiro não afetará o critério de escolha.

Como em todo torneio de nível ATP, Luiz Carvalho tem três convites a serem distribuídos. Mas somente dois serão de sua escolha exclusiva, sendo que um deles já está garantido para Rogerinho. O outro será decidido em parceria com a IMG, que detém os direitos do torneio em parceria com a IMM. E este convite tradicionalmente é dirigido a uma jovem promessa da IMG. Há ainda outro convite, da chamada lista A+ da ATP, que é para tenistas bem ranqueados que solicitam uma vaga na competição, de última hora.

Neste ano, o Rio Open terá como estrelas o austríaco Dominic Thiem, o croata Marin Cilic, o espanhol Pablo Carreño Busta e o francês Gael Monfils.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.