Rogério Dutra Silva avança no qualifying do US Open

O tênis brasileiro não teve uma boa terça-feira, o primeiro dia do torneio qualificatório, no US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, realizado em Nova York. De quatro tenistas do País que entraram em quadra, apenas um conseguiu avançar à segunda rodada e segue com chances de conquistar uma vaga na chave principal do torneio, que tem seu início marcado para a próxima segunda.

AE, Agência Estado

23 de agosto de 2011 | 21h37

Entre os homens, nesta terça, o destaque foi o paulista Rogério Dutra Silva. O atual número 112 do ranking mundial da ATP e 3 do Brasil conseguiu se classificar com a vitória sobre o francês Clement Reix por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 7/6 (8/6). Na segunda rodada, terá pela frente o espanhol Adrian Menendez-Maceiras, que passou pelo alemão Alexander Waske.

Já outros dois tenistas brasileiros não foram bem. O paulista Júlio Silva, cabeça de chave número 32 do qualifying, foi eliminado na estreia pelo colombiano Roberto Farah, que ganhou de virada por 2 sets a 1 - com parciais de 6/7 (5/7), 6/1 e 6/3. O gaúcho Fernando Romboli foi ainda pior e caiu diante do tunisiano Malek Jaziri com um duplo 6/1.

A outra eliminação brasileira nesta terça veio na chave feminina. Ana Clara Duarte, atual número 234 do ranking mundial da WTA, participa de um Grand Slam pela primeira vez na carreira e não fez feio em sua estreia. Perdeu para a francesa Claire Feuerstein por 2 sets a 0 - com parciais de 7/6 (8/6) e 6/4.

Além de Rogério Dutra Silva, as esperanças do Brasil estão depositadas em João Souza, o Feijão, e Ricardo Hocevar. O primeiro, cabeça de chave número 1 do qualifying, faz sua estreia nesta quarta contra o checo Jan Mertl. O segundo encara o australiano Carsten Ball.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.