Eric Feferberg/AFP
Eric Feferberg/AFP

Rogério Dutra Silva bate norte-americano e avança no Brasil Open; Bellucci perde

Foi a primeira vitória de Rogerinho em chaves principais de torneios ATP na temporada

Estadão Conteúdo

28 de fevereiro de 2018 | 00h09

O brasileiro Rogério Dutra Silva estreou com vitória no Brasil Open, um ATP 250 realizado em quadras de saibro no complexo do Ibirapuera em São Paulo. Contra o norte-americano Tennys Sandgren, cabeça de chave número 7 e que chegou às quartas de final do Aberto da Austrália neste ano, o tenista paulista venceu com direito a um "pneu" por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/4.

+ Federer e Serena ganham o prêmio Laureus de melhores atletas do ano

Esta foi a primeira vitória de Rogerinho em chaves principais de torneios ATP na temporada de 2018. Atual número 1 do Brasil e 106.º do mundo, o tenista de 34 anos encara na segunda rodada, já pelas oitavas de final, o argentino Nicolas Kicker, que passou pelo dominicano Victor Estrella Burgos por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/3. Os dois já se enfrentaram duas vezes no circuito profissional, ambas em 2016 e com triunfos do brasileiro.

Disparando bolas vencedoras de direita e esquerda, Rogerinho não deu chances para Tennys Sandgren no primeiro set. O norte-americano ensaiou uma reação na parcial seguinte, mas o paulista salvou quatro break-points no segundo game e conquistou a quebra no nono para confirmar a vitória.

"Jogar em casa é sempre incrível. Adoro jogar com a torcida, fica uma troca bem bacana. Venho jogando um nível de tênis bacana. Infelizmente, as vitórias não estavam vindo, mas sigo trabalhando junto com a minha equipe e em um momento as vitórias começariam a aparecer", afirmou Rogerinho.

Já Thomaz Bellucci não teve a mesma sorte. Pela quarta vez seguida, o brasileiro foi eliminado logo na estreia do Brasil Open ao cair para o argentino Horácio Zeballos por 2 sets a 1 - com parciais de 7/6 (7/2), 3/6 e 6/3. As três derrotas anteriores foram para o eslovaco Martin Klizan (2015), o espanhol Roberto Carballes Baena (2016) e o argentino Diego Schwartzman (2017).

A queda precoce em São Paulo atrapalha Thomaz Bellucci na sua luta para subir no ranking da ATP, onde hoje ocupa a 132.ª colocação. Nos quatro torneios no saibro pela América do Sul, só conquistou 32 pontos em Buenos Aires por ter furado o qualifying e passado para a segunda rodada da chave principal. De volta ao circuito profissional após cumprir cinco meses de suspensão por doping, o paulista perdeu nas estreias em Quito (Equador), no Rio Open e no Brasil Open.

OUTROS JOGOS

Semifinalista no Rio Open, na semana passada, o chileno Nicolas Jarry sofreu para passar pela estreia diante do sérvio Dusan Lajovic por 2 sets a 1 - parciais de 6/4, 1/6 e 7/5. Seu próximo oponente será o argentino Guido Pella, que derrotou de virada o francês Corentin Moutet tambpem por 2 a 1 - com parciais de 4/6, 6/1 e 6/2.

Outro garantido na segunda rodada é o austríaco Sebastian Ofner, que não encontrou dificuldades contra o italiano Marco Cecchinato ao vencer com um duplo 6/3. O jogador vindo do qualifying será o adversário de estreia do tricampeão consecutivo do Brasil Open, o uruguaio Pablo Cuevas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.