Yuri Adobnov / AFP
Yuri Adobnov / AFP

Rogério Dutra Silva perde para Ramos Viñolas na estreia no Rio Open

O número 106 do mundo fez um jogo duro, mas foi batido pelo espanhol por 2 sets a 1

Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2018 | 20h38

O brasileiro Rogério Dutra Silva caiu logo no seu jogo de estreia na chave principal do Rio Open, ATP 500 disputado em quadras de saibro. Nesta segunda-feira, o número 106 do mundo até fez jogo duro, mas acabou sendo batido pelo espanhol Albert Ramos Viñolas, 19º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4, em 2 horas e 26 minutos.

+ Rio Open ganha cara de 'festival família'

Apoiado pela torcida no Jockey Club Brasileiro, Rogerinho fez confronto equilibrado com o Top 20 no primeiro set. Ele não teve break points, mas conseguiu sustentar o seu saque até o oitavo game, quando perdeu o serviço, permitindo que Ramos fechasse a parcial na sequência em 6/3.

O início do segundo set parecia indicar que o espanhol fecharia o jogo rapidamente, pois abriu 2/0 e 3/1. Mas Dutra Silva reagiu. O brasileiro venceu cinco games seguidos, devolveu o placar de 6/3 e forçou a realização de um set de desempate.

Embalado, Rogerinho chegou a abrir 4/2 na terceira parcial, com um break point convertido no terceiro game. Só que Ramos não se abalou e conseguiu a virada ao ganhar quatro games seguidos, o que incluiu quebras de serviço no oitavo e décimo, para assegurar a sua vitória por 6/4.

Classificado à segunda rodada do Rio Open, Ramos agora vai enfrentar o chileno Nicolas Jarry, número 94 do mundo, que venceu o espanhol Guillermo Garcia López (67º) por 6/3 e 7/6 (7/4).

Em outro jogo disputado nesta segunda-feira no Rio Open, o espanhol o norte-americano Tennys Sandrgen (60º) passou pelo espanhol Roberto Carballes Baena (72º), que abandonou a quadra quando perdia por 4/6, 6/1 e 4/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.