Reuters/Jacky Naegelen
Reuters/Jacky Naegelen

Roland Garros eleva premiação em 12% para edição deste ano

Vencedores das chaves simples vão embolsar individualmente cerca de R$ 341 mil

O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2017 | 15h06

A organização do Torneio de Roland Garros anunciou nesta quarta-feira uma elevação de 12% em sua premiação aos tenistas. Os vencedores das chaves de simples, tanto no masculino quanto no feminino, vão embolsar individualmente neste ano 100 mil euros (cerca de R$ 341 mil) a mais em comparação ao ano passado.

Cada campeão da chave de simples vai receber 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 7,1 milhões). No total, o Grand Slam francês terá uma elevação de 4 milhões de euros na premiação total, passando de 32 milhões a 36 milhões de euros (R$ 123 milhões).

O maior aumento acontecerá entre a primeira rodada e fase de quartas de final. Os tenistas eliminados entre estas rodadas vão receber 16% a mais do que receberiam no ano de 2016. A edição de 2017 de Roland Garros será disputada entre 28 de maio e 11 de junho.

Com a decisão, o torneio francês mantém a rotina de elevação dos valores das premiações que vem sendo aplicada pelos demais Grand Slams. A determinação desta quarta deixa Roland Garros na segunda posição no ranking de premiações entre os quatro torneios deste nível no circuito profissional.

O US Open, disputado em Nova York, é o atual recordista, com US$ 46,3 milhões. Roland Garros, convertendo euros em dólares com base no câmbio desta quarta, alcança US$ 39 milhões, ficando à frente do que o Aberto da Austrália pagou aos tenistas em janeiro deste ano, com US$ 36,2 milhões. Wimbledon, em sua última edição, distribuiu premiação de US$ 36,3 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.