Rússia é a campeã da Copa Davis

Coube a um ex-pegador de bolas de 20 anos, Mikhail Youzhny, o privilégio de ser o herói da primeira conquista russa de um título na Copa Davis. Em um jogo dramático, que chegou ao tie-breaker, o jovem tenista venceu o francês Paul-Henri Mathieu por 3 sets a 2 (3/6, 2/6, 6/3, 7/5 e 6/4) e levou a Rússia, que teve o ex-presidente Boris Yeltsin como "mascote" na torcida em Paris, a derrotar a França na final do torneio, por 3 jogos a 2.Youzhny contou com a sorte. Ele só jogou porque Yevgeny Kafelnikov não teve condições de atuar contra Mathieu, depois do cansativo jogo de duplas de sábado quando, ao lado de Marat Safin, perdeu para Nicolas Escude e Fabrice Santoro por 3 sets a 2. A equipe russa entrou em quadra neste domingo perdendo a disputa por 2 a 1.A situação começou a melhorar quando Marat Safin derrotou Sebastien Grosjean por 3 sets a 0 (6/3, 6/2 e 7/6) e empatou a série de melhor-de-cinco partidas por 2 a 2. Sem Kafelnikov, coube a Youzhny disputar a partida final, que durou cerca de quatro horas. Com a vitória, o russo quebrou um tabu: há 25 anos uma equipe que perdia a partida de duplas não vencia a final da Davis.Youzhny foi levantado ao ar depois da vitória e ficou emocionado. "Inclusive porque, sendo jovem, pude disputar uma grande partida.", afirmou o herói russo. "Hoje estive em grande forma e por isso ganhei. Quando perdia por 2 a 0 disse para mim que teria de fazer meu jogo e manter a confiança."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.