AFP
AFP

Russo de 19 anos é campeão na Croácia; John Isner fatura tri em Newport

Andrey Rublev surpreende ao sair do qualifying rumo ao título do Torneio de Umag

Estadão Conteúdo

23 de julho de 2017 | 20h46

Um jovem tenista, de apenas 19 anos, conquistou um feito e tanto neste domingo. Vindo do qualifying, onde perdeu na última rodada e só entrou na chave principal como "lucky-loser", o russo Andrey Rublev conquistou o título do Torneio de Umag, um ATP 250 disputado em quadras de saibro na Croácia, com a vitória sobre o veterano italiano Paolo Lorenzi, de 35, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Com os 250 pontos obtidos com seu primeiro título na carreira profissional, Andrey Rublev deve dar um salto no ranking da ATP, que será atualizado nesta segunda-feira. O russo deverá subir 25 posições e entrará no Top 50 da lista mundial.

Em quadra, o tenista da Rússia não deu qualquer chance para Paolo Lorenzi. Parecia que era Andrey Rublev que tinha mais experiência no circuito profissional. Em cada set, o russo quebrou o saque do italiano em duas oportunidades, que só conseguiu devolver uma vez na primeira parcial.

NOS ESTADOS UNIDOS

Na decisão do Torneio de Newport, um ATP 250 disputado em quadras de grama nos Estados Unidos, a zebra não aconteceu. O norte-americano John Isner confirmou o favoritismo e se tornou tricampeão ao derrotar o australiano Matthew Ebden, que veio do qualifying, com uma vitória em sets diretos com as parciais de 6/3 e 7/6 (7/4).

O título vai render o retorno de John Isner ao Top 20 do ranking da ATP nesta segunda-feira. Cabeça de chave número 1 do torneio, o norte-americano disputou a sua primeira final da temporada, algo que não fazia desde o vice no Masters 1000 de Paris, na França, no fim do ano passado. Seu último título veio dois anos atrás, no ATP 250 de Atlanta, onde jogará novamente nesta semana.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAndrey RublevJohn Isner

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.