Santoro levanta torcida de Paris com vitória sobre Djokovic

Tenista sérvio, que entra em quadra com uma máscara do Zorro, comete muitos erros na partida

Patrick Vignal, da Reuters,

31 de outubro de 2007 | 12h36

O tenista francês Fabrice Santoro empolgou a torcida parisiense ao derrotar o tenista número três do mundo Novak Djokovic, por 6/3 e 6/2, na segunda rodada do Masters Series de Paris, nesta quarta-feira. O sérvio Djokovic, revelação da temporada que conquistou cinco títulos e foi finalista do Aberto dos Estados Unidos, não foi nem sombra do tenista empolgante de outras partidas. O jovem de 20 anos, que entrou na quadra vestindo uma máscara do Zorro que só tirou no início do jogo, cometeu muitos erros não forçados contra o experiente tenista da casa, de 34 anos. Santoro cometeu dupla falta em seu primeiro match point na partida, mas se recuperou com um bonito voleio em sequência para fechar o jogo, após 69 minutos na quadra. O francês agora enfrentará o britânico Andy Murray, que mais cedo derrotou o finlandês Jarkko Nieminen por 7/6 e 6/3 e se manteve vivo na luta por uma das duas últimas vagas na Masters Cup. O escocês de 20 anos, que no domingo conquistou seu terceiro título na carreira, na Rússia, é um dos muitos tenistas que ainda têm chances de estar na competição que encerra a temporada, em Xangai, com a presença dos oito melhores da temporadas. A Masters Cup será realizada entre 11 e 18 de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.