Saretta busca confiança e o bi em SP

Disputado em condições semelhantes às do Aberto da Austrália - mesmo tipo de superfície das quadras e temperatura no alto verão do hemisfério sul -, o Aberto de São Paulo, no Parque Villa-Lobos, é uma boa preparação para o primeiro Grand Slam do ano, que será jogado na segunda quinzena de janeiro, em Melbourne. Em São Paulo, desde o pré-qualifying, a partir do dia 20, ou na chave principal, que começa no dia 31, jovens tenistas brasileiros e jogadores de outros 20 países buscam pontos no ranking mundial e um bom início de temporada, que podem levá-los a concretizar o sonho de alcançar um Grand Slam.Esse é o principal objetivo do atual campeão do Aberto de São Paulo, Flávio Saretta. No começo do ano, conquistou o título com uma bela vitória sobre o argentino Guillermo Coria, o que abriu as portas para sua evolução técnica. Então entre os 300 primeiros do ranking mundial, subiu para 98.º lugar. Seu plano é defender o título no Parque Villa-Lobos e depois partir com confiança redobrada para jogar o Aberto da Austrália.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.