Saretta ganha vaga no Brasil Open

Eliminado na segunda rodada do ATP Tour de Buenos Aires, ao perder para o campeão de Roland Garros, Gaston Gaudio, por 6/3 e 6/2, o brasileiro Flávio Saretta teve pelo menos o consolo de saber que está garantindo na chave principal do Brasil Open, que começa neste sábado, na Costa do Sauípe. Com as desistências do peruano Luiz Horna e do chileno Nicolas Massu, Saretta poderia até mesmo assegurar uma vaga através de seu ranking (113), mas para evitar qualquer surpresa, os organizadores da Octagon Koch Tavares, já haviam confirmado que, na pior das hipóteses, teria um wild card (convite) para a chave principal.Antes da divulgação dos três wild cards, apenas dois brasileiros estavam garantidos na chave principal do Brasil Open, Ricardo Mello e Flávio Saretta. Os convites podem seguir ainda para Franco Ferreiro e Júlio Silva, mas dependeria ainda da confirmação ou não do espanhol Carlos Moya, que está em Buenos Aires.Para evitar o desgaste que teve ano passado, quando foi campeão em Buenos Aires e depois perdeu na primeira rodada do Brasil Open, Carlos Moya resolveu que só jogaria na Costa do Sauípe se fosse eliminado na Argentina pelo menos nas semifinais. Se o espanhol, porém confirmar sua presença seria o cabeça-de-chave número 1, deixando Gaston Gaudio como segundo pré-classificado. Outros cabeças-de-chave na Bahia serão Juan Ignacio Chela, Fernando Gonzalez e a grande sensação do torneio, a revelação espanhola Rafael Nadal, de apenas 18 anos, e já entre os 50 primeiros da ATP.Os jogos do qualifying do Brasil Open começam neste sábado, em que outros brasileiros brigam pelas quatro vagas restantes na competição.André Sá não irá poder disputar a classificatória, mas tem bons motivos. Passou para as quartas-de-final do challenger de Dalas, nos Estados Unidos, ao vencer o chinês Peng Sun, por 6/4 e 6/4, e desafia o norte-americano Robert Kendrich.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2005 | 17h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.