Leonardo Muñoz/ EFE
Leonardo Muñoz/ EFE

Schiavone é campeã em Bogotá e jogará Roland Garros; Bia Haddad conquista duplas

Tenista italiana derrotou espanhola Lara Arruabarrena por 2 sets a 0

Estadao Conteudo

15 de abril de 2017 | 19h54

O sábado em Bogotá reservou aos fãs de tênis as duas decisões do torneio WTA da capital da Colômbia. Em simples, a veterana italiana Francesca Schiavone, de 36 anos, faturou o título e, de quebra, se garantiu na chave principal de Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada que ela já venceu em 2010. Já em duplas, a brasileira Bia Haddad Maia confirmou sua boa fase no circuito profissional e levantou a taça junto com a argentina Nadia Podoroska.

Em sua última temporada na carreira, Francesca Schiavone quer muito jogar em Roland Garros por causa do título conquistado em Paris há sete anos. Por causa de seu ranking, apenas a 168.ª colocação, a italiana precisava do título no saibro colombiano para assegurar vaga na chave principal. E ele veio com a vitória sobre a espanhola Lara Arruabarrena por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 7/5, em 1 hora e 39 minutos.

Este é o oitavo título de WTA conquistado por Francesca Schiavone, que jogou em Bogotá como convidada da organização. A experiente jogadora, que já foi a número 4 do mundo, disputou neste sábado a sua 19.ª final de sua vitoriosa carreira.

Já na chave de duplas, Bia Haddad Maia conquistou o seu segundo título de WTA na carreira. Na final deste sábado, ela e Nadia Podoroska ganharam da parceria formada pela paraguaia Veronica Cepede Royg e pela polonesa Magda Linette por 2 sets a 0 - com parciais de 6/3 e 7/6 (7/4), em 1 hora e 20 minutos.

Número 1 do Brasil e 153.ª do mundo no ranking de simples, Bia Haddad é somente a 465.ª colocada em duplas e quinta melhor do país. Com os 280 pontos garantidos, a paulistana irá aparecer entre as 170 melhores na atualização desta segunda-feira.

Vinda de bons resultados em simples nas últimas semanas, a brasileira comemorou o título e se mostra bastante confiante para a sequência na temporada. "Os resultados positivos das últimas semanas mostram que estamos no caminho certo", disse Bia Haddad.

"Estou muito, muito feliz... Nós nem iríamos jogar juntas, mas a minha parceira cancelou meia horas antes do 'sign-in', deu um desespero e pedimos um convite para o diretor do torneio", revelou a tenista de 20 anos. "Foi tudo uma surpresa, primeira vez que jogamos juntas e nos demos super bem. Alguns jogos não jogamos o nosso melhor tênis, mas nos mantivemos firme e vibrando para chegarmos ao título", comemorou após as quatro vitórias na semana.

SUÍÇA

As semifinais do Torneio de Biel, na Suíça, tiveram uma grande surpresa neste sábado. A checa Marketa Vondrousova, de apenas 17 anos, se garantiu na final do torneio em quadras duras e cobertas ao bater a compatriota Barbora Strycova, número 18 do mundo e principal cabeça de chave, por 2 sets a 0 - com parciais de 7/6 (7/3) e 6/2, em 1 hora e 34 minutos.

A outra finalista é a estoniana Anett Kontaveit, número 99 do mundo, que também chega à decisão de um WTA pela primeira vez. Ela venceu neste sábado a bielo-russa Aliaksandra Sasnovich por 2 sets a 1 - com parciais de 6/4, 4/6 e 7/5, em 2 horas e 23 minutos de partida.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Tênistênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.